Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 22 de junho de 2018
KAGIVA
Busca

Reforma Agrária: Dilma diz que irá assentar "milhares de novas famílias"

10 Mai 2011 - 17h44Por Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (10) na coluna semanal Conversa com a Presidenta que o governo federal investirá no assentamento de “milhares de novas famílias”.

“Acredito na reforma agrária, que democratiza o acesso à terra, garante a produção de alimentos saudáveis e baratos e gera renda e bem-estar social no campo. Além do mais, ajuda no esforço pela erradicação da extrema pobreza e contribui para reduzir o inchaço das periferias das cidades”, afirma a presidenta em resposta a uma leitora na coluna que é publicada em jornais.

Dilma destaca que não basta apenas fornecer terras e que, a exemplo do que fez o governo anterior, continuará investindo na infraestrutura para que os assentados possam produzir mais e ter produtos com maior valor agregado. “Queremos ampliar a assistência técnica, o acesso ao crédito e infraestrutura, como luz elétrica, mais estradas, abastecimento de água, entre outros incentivos”, disse.

Na resposta à leitora, que pergunta se Dilma acredita na reforma agrária, a presidenta diz que a reforma agrária é necessária para a construção de um país com justiça fundiária.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Campo Grande abre inscrições de processo seletivo para nível médio
BONITO - MS
SENAR vai realizar curso de Produção de Alimentos Saudáveis em Bonito
EM MS
Eleitores já podem se cadastrar para atuar como mesários
OPERAÇÃO OIKETICUS
Cheque da desembargadora Tânia Borges é encontrado em investigação do Gaeco
NARCOTRÁFICO
Paraguai destrói 107 acampamentos com 318 toneladas de maconha na fronteira
BELEZAS NATURAIS DE MS
Isto é Mato Grosso do Sul: o novo vídeo que retrata as belezas do MS
DEFESA SANITÁRIA
MS apresenta situação da fronteira na reunião que discute a retirada da vacina contra aftosa
DEU RUIM
Golpe do 'Mercado Livre'
OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Terminam hoje inscrições de processo seletivo da UFMS para 48 vagas
TEMPO E TEMPERATURA
Inverno começa seco e quente em Mato Grosso do Sul