Menu
ASSOMASUL MARÇO
quarta, 24 de abril de 2019
mutantes
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO

Quase 14 milhões de armas de fogo estão nas mãos de civis no Brasil

9 Abr 2011 - 15h07Por Jornal Hoje

Ter uma arma em casa é permitido, mas é preciso seguir uma série de exigências. O proprietário deve ter mais de 25 anos, comprovar a real necessidade, demonstrar idoneidade, ter capacidade técnica e psicológica e não possuir antecedentes criminais. Já o porte de armas por civis é proibido no Brasil, mas a lei abre exceções.

É permitido andar na rua com uma arma caso seja um caçador, exerça atividade profissional de risco ou comprove ameaça a integridade física. Existe um consenso entre os profissionais que estudam o assunto: o Estatuto do Desarmamento é uma lei importante porque regulamentou o comércio de armas no país. O problema é que essa lei, como tantas outras, não saiu do papel. “O estatuto trouxe um benefício. No início teve uma grande mobilização e depois isso se perdeu. Eu acho que o desafio agora é retomar essa mobilização em torno da discussão sobre armas e implementação do estatuto”, acredita Nívio Nascimento, representante da ONU.

 Para o representante do escritório das Nações Unidas sobre drogas e crimes, o desafio agora é desarmar a população. “Não há um limite muito claro entre armas ilegais e legais porque as armas compradas legalmente vão ser as armas ilegais de amanhã. Considerando que nós temos 14 milhões de armas em mãos de civis no Brasil é uma questão urgente e fundamental”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA - NOVAS ELEIÇÕES
TRE/MS volta atrás e diz que população escolherá em novas eleições o novo prefeito de Miranda
CIDADES
Dias Toffoli chama para conciliação com indígenas e revolta sitiantes
POLÍTICA
Deputado quer proibir sátira de imagens cristãs em manifestações de MS
COTIDIANO
Amigos lamentam falecimento de Rubens Catenacci, referência na pecuária brasileira
TURISMO
Boletim comparativo de alta temporada do ObservaturMS mostra crescimento no fluxo turístico
GERAL
MPT investiga demissão de funcionários da Mabel sem aviso prévio em MS
EDUCAÇÃO
Governo de MS divulga inscrições para Vale Universidade Indígena
MEIO AMBIENTE
Desmatamento prossegue em Rio Verde, mas com nova faixa de preservação
POLÍCIA
Traficante foge e abandona picape com mais de 800 kg de maconha
POLÍTICA
Prefeita de Miranda continua no comando até ser notificada de cassação