Menu
BANNER ANNA
sexta, 24 de janeiro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
Pesca ilegal

Publicitário campo-grandense é multado em Bonito por pesca ilegal

O flagrante aconteceu no Rio Miranda

11 Out 2019 - 08h54Por Anna Gomes/Bonito Informa

Um publicitário campo-grandense de 35 anos foi multado em R$ 700 por pescar em local proibido. O flagrante aconteceu no Rio Miranda, em Bonito e foi realizado pelos policiais militares ambientais de Jardim.

Conforme a PMA (Polícia Militar Ambiental), os militares realizavam uma fiscalização durante a operação Padroeira do Brasil e flagraram o publicitário em uma corredeira, local proibido para a pesca.

Os Policiais surpreenderam o pescador amador praticando a pesca predatória com um molinete com vara. O material foi apreendido. Ele iniciava a pescaria e ainda não tinha capturado nenhum pescado. O infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 700.

As normas proíbem a pesca a 200 metros a montante e a jusante das cachoeiras e corredeiras, pois é alta a vulnerabilidade dos cardumes nesses locais dos rios. Além de multa administrativa, o infrator vai responder por crime ambiental com pena prevista de um a três anos de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

QUE COISA
Homem destrói Jeep de R$ 110 mil um dia após comprar carro em MS
MORTE A ESCLARECER
Homem é encontrado boiando no Rio Miranda em Jardim
TODO CUIDADO É POUCO
Escorpião sai de sacola de brinquedo e pica menina de três anos
CRIME CRUEL
Dona de casa e adolescente mataram e enterraram menina de 13 anos
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Pai e filha, moradores de Dourados, morrem em acidente no Paraná
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Ação do governo reduz níveis de turvamento das águas dos rios após chuvas em Bonito e região
ESTUPRO
Construtor estupra enteada de 12 anos após trancar esposa em cômodo de casa
PEDOFILIA
Polícia prende pedófilo após pai se passar pela criança em conversa no WhatsApp
PRESO
Suspeito de matar homem esfaqueado no pescoço é preso em Dourados
Júri
Acusado de matar com 15 facadas é condenado a 1 ano de prisão e multa