Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 16 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca
Internacional - Esporte

PSG tem 61,5 milhões de euros para contratar Kaká e Pato

3 Jan 2012 - 14h03Por UOL

O Paris Saint-Germain está com 61,5 milhões de euros (cerca de R$147 milhões) engatilhados para a contratação de três reforços para o time, após desistir oficialmente de trazer David Beckham para o clube.

A lista dos nomes que poderiam desembarcar em Paris é liderada pelos brasileiros Kaká, do Real Madrid, e Pato, do Milan.

A imprensa francesa antecipou que a oferta para três novas contratações deve acontecer nos próximos 15 dias. A informação foi obtida por fontes próximas ao Qtar Sports Investiments, acionista majoritário do clube.

A renúncia a Beckham foi confirmada pelo diretor de esportes do PSG, o brasileiro Leonardo, que alegou "motivos familiares" para explicar a falta de acerto entre as partes.

"Sim, terminou. É uma pena porque ele tinha muita vontade de vir a Paris, mas o bem-estar de sua família em Los Angeles e a vontade de não mudar tudo em sua vida pesou", contou Leonardo. O jogador inglês, de 36 anos, iria receber 800 mil euros por mês (cerca de R$1,9 milhão), um contrato recorde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - OBRAS E MELHORIAS
BONITO: Agesul e prefeitura concluem revitalização de mais de 70 KM da estrada vicinal da La Lima
ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE
Bolsonaro lidera em 4 regiões; Haddad está na frente no Nordeste, VEJA OS GRÁFICOS
LUTO NA TV
Aos 78 anos, morre o jornalista Gil Gomes
TRAGÉDIA
Menina de 2 anos é atropelada na garagem de casa quando mãe dava ré no carro, em Campo Grande
APOIO À REINADO AZAMBUJA
Deputado do MDB reúne prefeitos, vereadores e lideranças de MS em apoio à Reinaldo Azambuja
BONITO - MS
Conhecimento e muita diversão marcaram o 7° Acampamento do Instituto Mirim Ambiental de Bonito
DESAPARECEU
Servidora pública com depressão desaparece e preocupa família
PESQUISA IBOPE PARA PRESIDENTE
IBOPE: Para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
BONITO - MS - RIO MIRANDA
Em Bonito, Rio Miranda volta ao nível normal e Defesa Civil monitora as regiões mais afetadas
MUNDO DA TV
Com paralisia, Liminha segue internado e sem previsão de alta