Menu
BONITO CÂMARA OUTUBRO 2019
segunda, 21 de outubro de 2019
BANNER ANNA
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Projeto incentiva fabricação artesanal de instrumentos musicais

25 Mar 2011 - 12h18Por Agência Câmara de Notícias

Tramita na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Projeto de Lei 7973/10, da deputada licenciada Maria do Rosário (PT-RS), que isenta artesãos, luthiers, microempresas e empresas de pequeno porte do pagamento do Imposto de Importação e das contribuições sociais para o Pis/Pasep e Cofins incidentes sobre matérias-primas e ferramentas usadas na fabricação artesanal de instrumentos musicais e de seus acessórios.

Luthier é o profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de corda com caixa de ressonância, como violinos, violas e violoncelos.

Segundo o projeto, a isenção só será concedida às matérias-primas e ferramentas fadquiridas por cidadãos residentes e domiciliados no Brasil e por microempresas e empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e com sede no País. O projeto altera a Lei 10.865/04.

Estímulo à produção

Maria do Rosário explica que o objetivo da proposta é estimular a produção de bens de valor cultural. "A música brasileira e o talento de nossos artistas são reconhecidos internacionalmente, tanto nos seus gêneros populares - samba, MPB - como no erudito. Porém, o mesmo não ocorre com os instrumentos musicais nacionais", afirma a autora. Ela lembra que diversos artistas brasileiros utilizam instrumentos musicais importados pela qualidade ou pela relação custo/benefício.

Com as isenções das contribuições sociais, segundo Maria do Rosário, o talento brasileiro para fabricação de instrumentos musicais também será valorizado. Ela afirma que a medida vai facilitar a aquisição de instrumentos musicais de qualidade, já que o custo de produção será reduzido. Outra consequência positiva, segundo ela, será o estímulo ao surgimento de novos artistas.

Em relação à isenção do imposto de importação, o objetivo principal é reduzir o desequilíbrio na concorrência com o produtor estrangeiro, principalmente o chinês. "Alguns instrumentos necessitam de madeiras disponíveis apenas em regiões frias, o que torna obrigatória a importação de matéria-prima. O mesmo ocorre com algumas das ferramentas", diz Maria do Rosário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - PROJETO AMBIENTAL
Bonito: Associação Pestalozzi tem projeto ambiental aprovado pelo BB e ponto ecológico é prioridade
TEMPORAL E DESTRUIÇÃO
Em MS, Temporal com vento de 74km destelha casas, derruba árvores e fere eletricista
POLÍTICA
Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido
CASO DE POLÍCIA
Bebê de 1 ano é internada com suspeita de overdose em MS
ENEM 2019
Confira 13 temas de redação que podem cair no Enem 2019
BONITO - MS - DESTAQUE NO LA NACIÓN
Bonito (MS) recebe 7 mil paraguaios a cada ano, Augusto Mariano destacou ao jornal La Nación
ESTUPRO
Repositor estupra sobrinha de 13 anos e fala que é apaixonado pela vítima
Tiroteio
Em frente de crianças, homem atira seis vezes contra vizinho
Agenda Oficial
Bolsonaro chega ao Japão para giro por Asia e Oriente Médio
BONITO - MS - ATENÇÃO BONITO
Atenção Bonito, Prazo para refinanciar impostos e taxas é prorrogado para dezembro