Menu
KAGIVA
tera, 23 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Projeto incentiva fabricação artesanal de instrumentos musicais

25 Mar 2011 - 12h18Por Agência Câmara de Notícias

Tramita na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Projeto de Lei 7973/10, da deputada licenciada Maria do Rosário (PT-RS), que isenta artesãos, luthiers, microempresas e empresas de pequeno porte do pagamento do Imposto de Importação e das contribuições sociais para o Pis/Pasep e Cofins incidentes sobre matérias-primas e ferramentas usadas na fabricação artesanal de instrumentos musicais e de seus acessórios.

Luthier é o profissional especializado na construção e no reparo de instrumentos de corda com caixa de ressonância, como violinos, violas e violoncelos.

Segundo o projeto, a isenção só será concedida às matérias-primas e ferramentas fadquiridas por cidadãos residentes e domiciliados no Brasil e por microempresas e empresas de pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e com sede no País. O projeto altera a Lei 10.865/04.

Estímulo à produção

Maria do Rosário explica que o objetivo da proposta é estimular a produção de bens de valor cultural. "A música brasileira e o talento de nossos artistas são reconhecidos internacionalmente, tanto nos seus gêneros populares - samba, MPB - como no erudito. Porém, o mesmo não ocorre com os instrumentos musicais nacionais", afirma a autora. Ela lembra que diversos artistas brasileiros utilizam instrumentos musicais importados pela qualidade ou pela relação custo/benefício.

Com as isenções das contribuições sociais, segundo Maria do Rosário, o talento brasileiro para fabricação de instrumentos musicais também será valorizado. Ela afirma que a medida vai facilitar a aquisição de instrumentos musicais de qualidade, já que o custo de produção será reduzido. Outra consequência positiva, segundo ela, será o estímulo ao surgimento de novos artistas.

Em relação à isenção do imposto de importação, o objetivo principal é reduzir o desequilíbrio na concorrência com o produtor estrangeiro, principalmente o chinês. "Alguns instrumentos necessitam de madeiras disponíveis apenas em regiões frias, o que torna obrigatória a importação de matéria-prima. O mesmo ocorre com algumas das ferramentas", diz Maria do Rosário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VEM CHUVA E FRENTE FRIA DO SUL
Frente fria vinda do sul do país promete chuva e alívio no calorão de MS
BONITO - MS - EMPOSSADO
No gabinete, Odilson dá posse ao novo diretor de Cadastro e Tributação em Bonito (MS)
MORTE DURANTE ASSALTO
Jovem é morta na frente das filhas durante assalto
GERAL
Mães que não fazem pré-natal podem ser denunciadas
BONITO - MS
Certificado inclui Bonito no Mapa do Turismo Brasileiro
PESQUISA 2º TURNO - GOVERNADOR
Reinaldo tem 54% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira 22 de outubro
EMPREGOS
MS tem mais de 2 mil vagas em concursos e salários de até R$ 11 mil
CIDADES
Discussão por xenofobia termina com baiano esfaqueado em MS
CINEMA
Com crítica política, animação brasileira é destaque em festival
GERAL
Para presidente da CBL, falta de leitura favorece notícias falsas