Menu
KAGIVA
quinta, 13 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Programa de Aquisição de Alimentos já beneficiou mais de 134,5 mil em MS

6 Jul 2011 - 08h48Por Correio do Estado

A Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB/MS) divulgou os resultados do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) no primeiro semestre de 2011. Já participam do PAA 10 municípios do Estado abrangendo 967 agricultores familiares, com repasse do Governo Federal para aquisição de alimentos no valor de R$ 4,3 milhões. A contrapartida já possibilitou a compra de 2.005.218 quilos de alimentos, estes distribuídos a 199 entidades filantrópicas que já redistribuíram os mesmos beneficiando 134,501 pessoas.

O Secretário Executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável de Mato Grosso do Sul (CEDRS/MS), órgão vinculado a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo do Estado (Seprotur), Carlos Gonçalves, explica os fundamentos do PAA.

"O Programa de Aquisição de Alimentos é um mecanismo de fortalecimento da comercialização da agricultura familiar, que permite ao Governo Federal comprar produtos alimentícios dos agricultores familiares - a sejam eles tradicionais, assentados,indígenas ou ainda quilombolas - para formação de estoques estratégicos ou doação às as entidades com atuação reconhecida junto às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional", esclarece ele.

Ainda segundo Gonçalves, o Programa é operacionalizado pela CONAB/MS em parceria com associações e cooperativas de agricultores familiares, Seprotur, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Prefeituras municipais, movimentos sociais, Programa Mesa Brasil, com o apoio do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) e CEDRS/MS com recursos oriundos dos Ministérios de Desenvolvimento Social e Combate a Fome e do Desenvolvimento Agrário.

Em Mato Grosso do Sul, 15 entidades já participam do PAA em 2011, distribuídas nos municípios de Rio Brilhante, Itaquiraí, Itaporã, Dourados, Terenos, Caracol, Campo Grande, Amambai, Jardim e Ponta Porã. Os projetos envolvem cultivo de frutas, hortícolas, semente de feijão, mandioca e a produção de mel de abelha, doce de leite, tilápia, bagre africano, doces e polpas.

A busca por maiores informações e esclarecimentos é fundamental, pois a maioria dos agricultores familiares podem fornecer sua produção, basta se enquadrar em uma das modalidades de atuação do PAA.

BALANÇO 2010

Segundo a Conab/MS, no ano de 2010 foram atendidos 29 municípios, abrangendo 1356 agricultores familiares, com 144.620 pessoas beneficiadas, no valor de quase 6 milhões de reais, totalizando 7.970.873 quilos de produtos adquiridos nas modalidades CPR Doação e CDAF.

A Agraer é o órgão oficial de assistência técnica e extensão em Mato Grosso do Sul. Atua na organização da produção, apoio na elaboração dos projetos, contribuindo para o êxito do programa. Os movimentos sociais também poderão contribuir para a divulgação do PAA, mobilização e organização dos agricultores familiares. Os interessados poderão obter maiores informações pelos telefones 67 3318-5025 (Seprotur), 67 3318-5275 (Agraer) ou 67 3384-4438 (Conab/MS).

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - TROFÉU PIRAPUTANGA
Em grande estilo, Troféu Piraputanga valoriza apoiadores do turismo e empresários de Bonito (MS)
CIDADES
Secretários: Felipe na Fazenda, Murilo Infraestrutura e Resende na Saúde
BONITO - MS
Prefeitura doa área para prédio da Polícia Militar Ambiental em Bonito
CÊ ACREDITA - E NÃO É FAKE
Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase R$ 100 mil reais
BONITO - MS - MAIS MELHORIAS
Vereadores entregam reivindicações ao governador Reinaldo durante entrega de obras em Bonito (MS)
BONITO - MS - POPULAÇÃO NA RUA
População clama pela preservação dos rios em Bonito (MS)
LOTERIA
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
BONITO E JARDIM
Ações de preservação de rios tem custo estimado em R$ 10 milhões
CIDADES
Investigação em MS leva a prisão de grupo no RS que aplicava golpes do seguro
SAÚDE
De 115 vagas para o Mais Médicos em MS, 35 foram preenchidas; 20 cubanos inscreveram-se para ficar