Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 22 de setembro de 2018
KAGIVA
Busca

Ponte de concreto na Estrada Parque deve fortalecer turismo

16 Set 2011 - 11h34Por Assessoria

Turistas e moradores que passam pela Estrada Parque - em especial no Passo do Lontra - localizada na divisa entre os municípios de Miranda e Corumbá, estão percebendo uma grande mudança na paisagem local que vai trazer mais desenvolvimento para a região pantaneira. O governo do Estado, por meio da Secretaria de Obras Públicas e de Transportes (Seop), está construindo sobre o Rio Miranda uma ponte de concreto armado com 240 metros de comprimento por 10,80 metros de largura, e ainda vão central de 100 metros.

A mega estrutura construída em balanço sucessivo tem 7,40 metros de altura em relação à cheia máxima do Rio Miranda e vai substituir a antiga ponte de madeira de apenas 3 metros de altura. O balanço sucessivo é o método de execução de pontes e viadutos especialmente para vãos grandes deslocados sobre apoios deslizantes.

De acordo com o secretário de Estado de Obras Públicas, Wilson Cabral, a ponte segue as normas da Marinha do Brasil e vai possibilitar o escoamento da produção daquela região, assim como trazer mais segurança para o transporte de caminhões pesados.

"Vai ser bom para os turistas e moradores porque a ponte de madeira precisa de reparos e era danificada com frequência, interditando a estrada. Por aqui vão poder passar com tranquilidade e segurança aqueles caminhões pesados de boiadas", explica.

Uma ponte de concreto suporta pelo menos 45 toneladas, enquanto a de madeira aguenta apenas 15 toneladas. Além do problema do peso excessivo, as estruturas de madeira são constantemente danificadas principalmente em períodos chuvosos. Foi o que aconteceu no início deste ano, quando 37 pontes em Mato Grosso do Sul foram totalmente devastadas pelas enchentes. O governo do Estado está substituindo estas pontes afetadas por outras, de concreto armado. Os recursos ultrapassam os R$ 30 milhões obtidos do junto ao Ministério da Integração Nacional.

No Passo do Lontra, as obras da ponte de concreto tiveram início no mês de abril do ano passado e já estão com 52,53% concluídas. "A ponte de concreto estará pronta em janeiro de 2012", informa Wilson Cabral. De acordo com o cronograma da obra, toda a fundação já foi feita. "Toda a parte de infra e mesoestruturas já está concluída. Está em execução a parte de superestrutura", completa Cabral. Diariamente, cerca de 140 homens e 20 máquinas estão trabalhando na obra.

Os investimentos para a construção da ponte de concreto na Estrada Parque somam R$ 16,4 milhões, por meio de uma parceria com o Ministério do Turismo e contrapartida de cerca de R$ 8 milhões do governo do Estado.

Estrada Parque

A Estrada Parque tem 121 quilômetros de chão batido iniciando no entroncamento com a BR-262, no sentido do município de Corumbá (km 646). Ela corta dois rios - o Miranda, no Passo do Lontra, a nove quilômetros da rodovia federal, e o rio Paraguai, onde a transposição é feita por balsa. Ao longo da estrada o turista encontra hotéis, pousadas, campings e pesqueiros, que oferecem diversas opções de lazer, além de restaurantes, postos de combustível e vilarejos onde se concentram famílias de pescadores.

Em toda a estrada são mais de 70 pontes de madeira para dar vazão às águas das cheias que ocorrem no Pantanal. As equipes da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) realizam a manutenção permanente das pontes e inclusive estão nesta semana fazendo os serviços de patrolamento e cascalhamento ao longo do trecho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA NO GABINETE
BONITO (MS): No gabinete, Prefeito recebe visita de dirigentes e alunos da Pestalozzi
BONITO - MS - PRAÇA DA MARAMBAIA
Praça da Marambaia terá aulas de zumba neste sábado em Bonito (MS)
BONITO - MS
Clube do Laço Nabileque de Bonito convoca associados para Assembleia geral ordinária
POLÍTICA
Assembleia Legislativa: nova pesquisa Ranking tem novidades
ECONOMIA
Presentes e comemorações do Dia das Crianças devem movimentar R$ 130 milhões em MS
CIDADES
De cada 10 cidades de MS, menos de 4 tem plano municipal para o saneamento básico, aponta IBGE
POLÍTICA
Líder, Azambuja tem 42,9%; juiz Odilon é segundo, com 29,35%
ECONOMIA
Brasileiros poderão receber remessas do exterior diretamente em reais
SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE
Futuro presidente terá de enfrentar financiamento do SUS
GERAL
Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio da Mega-Sena acumula