Menu
KAGIVA
quinta, 20 de setembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
MS - Policial

Polícia conclui inquérito de caso de PM que matou pedreiro e feriu quatro na virada d

12 Jan 2012 - 07h50Por Correio do Estado

 

A 5° D.P. (Delegacia de Polícia) concluiu e encaminhou ao MP (Ministério Público), na tarde de ontem, o inquérito policial a respeito do crime ocorrido na madrugada do dia primeiro de janeiro deste ano.

 

Na ocasião, o policial militar Samuel Araújo Lima, 34 anos, foi agredido na rua Barão de Limeira, bairro Universitário, se envolveu em uma confusão e acabou efetuando vários disparos que mataram o pedreiro Wilson Meaurio, 41 anos, além de ferir mais quatro pessoas da mesma família.

 

Durante as investigações, segundo a polícia civil, foi apurado que todos os envolvidos residem na mesma região e Samuel saiu naquela noite com o seu veículo Fox para buscar a namorada. Ao efetuar o retorno na via pública, desagradou um grupo de rapazes que estavam na rua, iniciando-se uma discussão que logo se transformou em agressão.

 

A polícia afirma que Samuel passou a ser violentamente espancado por Márcio Pereira Soares, 21 anos e Mailson Pereira Soares, 22 anos, que continua foragido. Ferido, ele se escondeu em uma residência na frente, quando os agressores tentaram invadir o local e Samuel decidiu ligar para a irmã.

 

A policial civil Sueli Araújo Lima estava na casa dos pais, próxima ao local, e saiu para socorrer o irmão, levando a arma. Ela viu os rapazes danificando o carro com madeira e pedras e acreditou que a vítima estava no interior, por isso efetuou alguns disparos para afastar o bando. Quando viu que a irmã chegou ao local, Samuel saiu, pegou a arma e entrou na casa dos agressores, atingindo fatalmente Wilson e os demais na região dos membros inferiores.

 

Após os disparos, Samuel acabou desmaiando e, logo em seguida, chegaram os policiais e o corpo de bombeiros, que socorreram os feridos. O outro irmão de Samuel, Rodrigo Araújo Lima, também policial militar, ameaçou algumas pessoas e chegou a ser contido pela guarnição que estava no local. O inquérito policial fala a respeito dos crimes de homicídio doloso, tentativa de homicídio, disparo de arma de fogo, ameaça e dano qualificado.

 

Samuel continua preso, indiciado por homicídio doloso e tentativa de homicídio. Sueli pagou fiança, após ser indiciada por disparo de arma de fogo. Rodrigo responderá criminalmente por ameaça, Marcio Pereira Soares e Mailson Pereira Meaurio, vulgo “Lyon”, foram indiciados pelos crimes de tentativa de homicídio e dano qualificado. O primeiro encontra-se preso, por haver sido autuado em flagrante, enquanto o segundo permanece foragido. Sua prisão preventiva já foi representada pela autoridade policial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO
9º MATURISHOW será de 20 a 23 de setembro em Bonito
DOURADOS - DESUMANIDADE
Após acidente, pessoas ignoram vítima fatal e roubam carga de abacaxi em Dourados
BABADO DOS FAMOSOS
Anitta recebe ameaças ao seguir amiga nas redes sociais que vota em Jair Bolsonaro
BONITO - MS - FOTOS SESSÃO DA CÂMARA
Confira as fotos da sessão da Câmara desta terça-feira em Bonito (MS)
SEGUNDO O IBGE
Falhas no saneamento causam surtos de doenças em 26 cidades de MS
GOVERNO DO ESTADO DO MS
Governo de MS abrirá 10 concursos públicos para PM e Bombeiro
CIDADES
Fotógrafo que perdeu voo por atraso guarda registros há 44 anos da maior tragédia aérea de MS
TECNOLOGIA
Instagram lança botão para compras de usuários pelo stories da rede social
POLÍTICA
Com renúncias e mudanças, disputa eleitoral em MS envolve 509 candidatos
CIDADES
Polícia prende quadrilha que roubava caminhões e levava para o Paraguai