Menu
KAGIVA
quinta, 13 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Plano Brasil sem Miséria será continuidade do Bolsa Família, diz ministro

12 Mai 2011 - 16h09Por Agência Brasil

O Plano Brasil sem Miséria, que visa a acabar com a pobreza extrema no país, terá como foco capacitar as pessoas para que possam ter seu próprio sustento. É o que informou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. De acordo com ele, a ideia é “ensinar a pescar”. A previsão é que o lançamento ocorra em junho. Antes, o governo que ouvir a opinião da sociedade.

Carvalho nega que o programa tenha a finalidade de corrigir falhas no Bolsa Família, maior programa de transferência de renda governamental, iniciado na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro alega que o Brasil Sem Miséria é uma continuação.

“Se o Bolsa Família, digamos, veio trazer o peixe, dar o primeiro socorro, esse programa [Brasil sem Miséria] visa a localizar efetivamente aqueles que nem o Bolsa Família conseguiu; que estão totalmente na exclusão, como moradores de rua. É buscar dar o mínimo de dignidade, qualificação e meios para que possam sobreviver do seu próprio trabalho. Ele só existe porque o Bolsa Família cumpriu a primeira etapa”, disse Carvalho, após participar do programa de rádio Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social em parceria com a EBC Serviços.

A partir da próxima semana, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, irá debater o plano com organizações não governamentais, igrejas, movimentos sociais e centrais sindicais. “É fundamental que elas possam dar sua ideia, críticas e sugestões para que o programa seja o mais efetivo possível”, destacou Carvalho.

Até 2014, o desafio é tirar cerca de 16 milhões de brasileiros da miséria – são famílias que ganham até R$ 70 per capita por mês. A maioria delas é negra ou parda, jovem e vive na Região Nordeste, de acordo com um levantamento divulgado pelo governo a partir de dados cruzados do Censo 2010.

A ministra Tereza Campello tem dito que o programa será uma combinação de transferência de renda, capacitação profissional e ampliação da oferta de serviços públicos, como energia elétrica e água encanada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - TROFÉU PIRAPUTANGA
Em grande estilo, Troféu Piraputanga valoriza apoiadores do turismo e empresários de Bonito (MS)
CIDADES
Secretários: Felipe na Fazenda, Murilo Infraestrutura e Resende na Saúde
BONITO - MS
Prefeitura doa área para prédio da Polícia Militar Ambiental em Bonito
CÊ ACREDITA - E NÃO É FAKE
Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase R$ 100 mil reais
BONITO - MS - MAIS MELHORIAS
Vereadores entregam reivindicações ao governador Reinaldo durante entrega de obras em Bonito (MS)
BONITO - MS - POPULAÇÃO NA RUA
População clama pela preservação dos rios em Bonito (MS)
LOTERIA
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
BONITO E JARDIM
Ações de preservação de rios tem custo estimado em R$ 10 milhões
CIDADES
Investigação em MS leva a prisão de grupo no RS que aplicava golpes do seguro
SAÚDE
De 115 vagas para o Mais Médicos em MS, 35 foram preenchidas; 20 cubanos inscreveram-se para ficar