Menu
KAGIVA
quarta, 15 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Plano Brasil sem Miséria será continuidade do Bolsa Família, diz ministro

12 Mai 2011 - 16h09Por Agência Brasil

O Plano Brasil sem Miséria, que visa a acabar com a pobreza extrema no país, terá como foco capacitar as pessoas para que possam ter seu próprio sustento. É o que informou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. De acordo com ele, a ideia é “ensinar a pescar”. A previsão é que o lançamento ocorra em junho. Antes, o governo que ouvir a opinião da sociedade.

Carvalho nega que o programa tenha a finalidade de corrigir falhas no Bolsa Família, maior programa de transferência de renda governamental, iniciado na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro alega que o Brasil Sem Miséria é uma continuação.

“Se o Bolsa Família, digamos, veio trazer o peixe, dar o primeiro socorro, esse programa [Brasil sem Miséria] visa a localizar efetivamente aqueles que nem o Bolsa Família conseguiu; que estão totalmente na exclusão, como moradores de rua. É buscar dar o mínimo de dignidade, qualificação e meios para que possam sobreviver do seu próprio trabalho. Ele só existe porque o Bolsa Família cumpriu a primeira etapa”, disse Carvalho, após participar do programa de rádio Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social em parceria com a EBC Serviços.

A partir da próxima semana, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, irá debater o plano com organizações não governamentais, igrejas, movimentos sociais e centrais sindicais. “É fundamental que elas possam dar sua ideia, críticas e sugestões para que o programa seja o mais efetivo possível”, destacou Carvalho.

Até 2014, o desafio é tirar cerca de 16 milhões de brasileiros da miséria – são famílias que ganham até R$ 70 per capita por mês. A maioria delas é negra ou parda, jovem e vive na Região Nordeste, de acordo com um levantamento divulgado pelo governo a partir de dados cruzados do Censo 2010.

A ministra Tereza Campello tem dito que o programa será uma combinação de transferência de renda, capacitação profissional e ampliação da oferta de serviços públicos, como energia elétrica e água encanada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - PODAS ORNAMENTAIS
Empresas credenciadas poderão realizar podas ornamentais em Bonito (MS)
FOTO: ISABELLE NERI CULTURA
Grupo Teatral que emocionou Bonito durante FIB lança campanha para evento em Curitiba
TEMPO E TEMPERATURA
Frente fria do Paraná se antecipa e pega trabalhador sem casaco em MS
POLICIAL
Defesa diz que pistoleiro é 'boi de piranha' e vítima de armação da polícia
SEM VIDA
Descaso acelera destruição de Aquário do Pantanal
ECONOMIA
Contribuinte que está no 3º lote do IR 2018 recebe hoje restituição
POLÍTICA
Termina hoje às 19h prazo para registro de candidaturas à Presidência
SAÚDE
Universidades terão incentivo para controlar obesidade
POLÍTICA
Temer, Eunício e Maia vão à posse do presidente do Paraguai
GABARITO PRELIMINAR
Divulgado gabarito preliminar das provas para soldado e oficial da PM, Confira