Menu
KAGIVA
quarta, 17 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

PF prende seis pessoas envolvidas com comércio ilegal de animais pela internet

11 Ago 2011 - 13h03Por Agência Brasil

A Polícia Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) desarticularam, hoje (10), uma quadrilha de comércio ilegal e tráfico internacional de animais. Seis pessoas foram presas e, segundo o Ibama, o próximo passo é investigar os compradores e criadouros que funcionam como fachada para o comércio irregular.

A quadrilha vendia animais por meio de uma página na internet, sem autorização do Ibama para a comercialização dos bichos. O grupo recebia encomendas de espécies exóticas, capturava os animais de forma ilegal, na natureza ou em criadouros irregulares, e enviava para compradores no Brasil e no exterior.

De acordo com o coordenador-geral de Fiscalização do Ibama, Bruno Barbosa, entre as espécies mais comercializadas pela quadrilha, estavam aves da família dos psitacídeos, como araras e papagaios. Também há registros de tráfico de répteis e mamíferos da fauna brasileira e de países vizinhos. “Encontramos muitos lagartos, cobras raras, sapos. E também escorpiões e aranhas, o que pode configurar biopirataria, para uso das informações genéticas pela indústria farmacêutica”.

Batizada de Operação Arapongas, a ação foi desencadeada em São Paulo, no Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, na Bahia, no Ceará e na Paraíba. Os agentes cumpriram 25 mandados de busca e apreensão.

O alvo das investigações a partir de agora serão os compradores dos animais e os responsáveis pelos criadouros, que, em alguns casos, tinham registro no Ibama para atividades conservacionistas, mas forneciam espécies para o comércio ilegal. “A operação vai ter desdobramentos. Criadouros que tinham registro para pesquisa científica e foram arregimentados para o tráfico internacional serão fechados”.

Segundo Barbosa, quem compra animais sem autorização do Ibama também comete crime. A orientação, segundo o coordenador de Fiscalização, é consultar o órgão ambiental antes de procurar um animal no comércio. “No site do Ibama, há informações claras sobre os criadouros e quanto às espécies que podem ser compradas no Brasil”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MELHOR SALÁRIO É DO MS
Fetems confirma: Reinaldo paga o melhor salário de professor do Brasil
NO RIO MIRANDA - MULTA E APREENSÃO
PMA prende e autua em R$ 17 mil oito turistas paulistas pescando com redes e tarrafas no Rio Miranda
BONITO - MS - TESTE EM AEROPORTO
Aeroporto terá testes durante Seminário Nacional de Perícia em BONITO (MS)
ENTRETENIMENTO
FAZENDA 10: Dívida de Perlla com ex-empresário ultrapassa R$ 1 milhão
A FAZENDA 10 - ENTRETENIMENTO
'Vaza' passado cabeludo de Fernanda Lacerda e Léo Stronda fora da Fazenda
A FAZENDA 10 - FOGO NO FENO
Mulher de Rafael Ilha detona Gabi Prado e dispara contra peoa: 'Deve sofrer de alguma doença'
RETA FINAL - NOVELA DA GLOBO
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher' em Segundo Sol
OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL
Temer recebeu R$ 5,9 mi em propinas do setor portuário, diz PF
BONITO - MS - RESULTADO DO CONCURSO
Confira os aprovados no concurso público da Câmara em BONITO (MS)
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Em quatro anos, governo de MS investe R$ 265 milhões em Corumbá