Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 12 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC
MS - Policial

Pescadores são presos com 30 quilos de peixes e revólver

22 Fev 2012 - 13h21

Policiais militares ambientais prenderam ontem (21) dois pescadores no Rio Paraguai, na região do Nabileque. Com eles, foram encontrados 30 quilos de peixes, apetrechos proibidos, dois barcos, dois motores de popa e um revólver calibre 22 com 9 munições.

A pesca neste período é caracterizada crime ambiental tendo em consideração o período de Piracema, que termina no próximo dia 28. Além disso, o pescado tinha tamanho inferior ao permitido.

Os pescadores foram identificados pela PMA como Luiz Ramão Ferreira Coronel e Luiz Chamorro Lopes, moradores em Porto Guarani-Paraguai. Ambos foram multados em R$ 1 mil.

A dupla foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Porto Murtinho, onde foi autuada em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e porte ilegal de arma.

A pena para o crime ambiental é de um a três anos de detenção, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente. Para o porte ilegal de arma, a pena é de dois a quatro anos de reclusão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governador Reinaldo Azambuja conclui MS-178 e entrega casas para 64 famílias em Bonito (MS)
ITAPORÃ - TRAGÉDIA EM FAMÍLIA
CRIME EM ITAPORÃ: Neto matou avó com duas facadas nas costas
BONITO - MS - CASO JOÃO DE DEUS
Bonito (MS) recebeu 'João de Deus' em 2008 e promotoria se coloca a disposição para denúncias
ITAPORÃ - CRIME EM FAMÍLIA
Menor mata a própria avó a facadas em Itaporã
CIDADES
Servidores do MPMS poderão trabalhar de casa a partir do próximo ano
TRANSPORTES
Definida empresa que irá elaborar Plano Diretor de Passageiros de MS
ATENÇÃO A TODOS
Jovem lutadora russa morre eletrocutada após queda de iPhone no banho
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Atenção contribuinte: Sistema autorizador da NF-e valida novos códigos a partir de 2019
EDUCAÇÃO
Universidade abre 1.481 vagas para portadores de diploma
CIDADES
Operação que tem Aécio como alvo cumpre mandados em MS