AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 17 de Outubro de 2017
CLINICA_RITH
DELPHOS_FULL
20 de Julho de 2017 12h36

Peças teatrais produzidas em MS farão a alegria da garotada e dos adultos no 18º FIB

DA REDAÇÃO

Na 18ª edição do Festival de Inverno de Bonito, haverá muitas opções de peças teatrais produzidas em Mato Grosso do Sul para quem gosta de uma boa história, bem contada por meio do teatro. São espetáculos apresentados na praça, em palco e nos distritos e assentamentos próximos a Bonito. Confira abaixo as atrações, que com certeza vão fazer a alegria de adultos e crianças no FIB 2017.

Sexta-feira, dia 28/07

Os Três Porquinhos – Cia Corpo Cênico (Nova Andradina/MS)

Assentamento Guaicuru, às 9 horas

Classificação: livre

Sinopse: A clássica história infantil ganha uma versão toda especial com a Cia Corpo Cênico de Nova Andradina. As mensagens vão ao encontro de assuntos que merecem uma atenção especial nos dias de hoje como sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Texto: Joseph Jacobs. Direção e adaptação: Fábio Arruda. Sonoplastia: Lara Fernanda. Coreografia: João Rafael. Maquiagem: Jéssica Carine. Produção: Juliana Zampieri. Elenco: Thalia Guarez, Eder Cavalcante, George Lalier, Fábio Arruda e Lara Fernanda.

 

João e o Pé de Feijão na Terra do Nunca – (Circo do Mato – Campo Grande MS)

Praça da Liberdade, às 17 horas

Contemplado pelo Prêmio Rubens Correa de Teatro 2016, com investimento da Fundação de Cultura de MS e SECC.

Texto e direção: Anderson Bosh. Argumento: Circo do Mato Direção de arte e objetos de cena: Mauro Guimarães. Elenco: Douglas Caetano, Mauro Guimarães, Murillo Atalaia, Patrycia Andrade e Yasmin Fróes. Direção musical: Carlos Anunciato. Produção executiva e comunicação: Laila Pulchério. Vozes infantis em off: Álvaro Atalaia, Eduardo Fróes, Isabela Fróes de Souza, Isadora Salles, Mavi, Pedro Navarrete e Yasmin Alves. Figurinos: Marcelo Silva e Anderson Bosh. Fotografia: Larissa Pulchério. Designer gráfico: Diego Ouro Preto. Costuraria: Fátima Silva e Cida Silva.

 

Sábado, dia 29/07

Dandys Acrobático (Cia Theastai – Dourados MS)

Praça da Liberdade, às 18 horas

Sinopse: “Dandys” trabalha o resgate da história do circo, trazendo para a cena acrobacias, malabarismo, manipulação de objetos, até equilibrismo e o tradicional comedor de brasas incandescentes. Os personagens são construídos de forma “stanislavskiana”, com pesquisa de gesto, voz e corpo, além dos “truques e exibições técnicas”, proporcionando ao público risos, emoções e muita diversão.

Classificação: Livre

Texto e direção: Breno Moroni. Elenco: Michel Stevan Grando e João Rocha. Preparadora corporal: Társila Bonelli. Produção: Junão Martins. Assistente de Produção: Jorge Nilson.

Domingo, dia 30/07

A Vassoura da Bruxa (Grupo Teatral Unicórnio – Campo Grande MS)

Distrito Águas de Miranda, às 9 horas

Texto e Direção: Jair de Oliveira. Elenco: Amélia Rocha, Breno Lucas, Wilson de Faria e Jair de Oliveira.

Sinopse: Ao ser convidada para uma festa no Morro das Caveiras, Bruxelda descobre que Grizelda, sua vassoura voadora, encrencou. O que se segue é uma série de trapalhadas para ela não perder o seu compromisso.

Cadê?! – Cia Aplausos – Campo Grande/MS

Local: Praça da Liberdade, às 16 horas 

Sinopse: “Coisinha” desiste da vida e os palhaços Xico e Zureta têm a missão de ajudá-la. Para isso recorrem ao universo das brincadeiras infantis, explorando a palhaçaria, as pantomimas e as gags clássicas de palhaço. Um resgate poético da infância adormecida em cada um de nós.

Direção: Thathy d’Meo. Elenco: Douglas Moreira, Thathy d’Meo e Glaucia Pires. Concepção de figurino, cenário e objetos de cena: Douglas Moreira, Thathy d’Meo. Concepção de trilha sonora: Aplausos Cia Teatral.

A Princesa Engasgada (Teatral Grupo de Risco – Campo Grande MS)

Praça da Liberdade, às 17 horas

Sinopse: A princesa engasga-se com uma espinha de peixe e o rei determina que seja encontrado um médico para curar sua filha. Uma camponesa cansada de apanhar do marido resolve se vingar e diz ao fidalgo que ele é médico, mas só trata seus pacientes quando apanha. O camponês sem direito de recusa é levado ao rei e assim começa seu castigo.

Direção Colaborativa: Teatral Grupo de Risco. Texto: Marcia Frederico. Cenografia: Márcia Gomes. Figurinos: Anderson Bernardes. Adereços: Emmanuel Mayer e Roma Romã. Produção: Fernanda Kuzler. Elenco: André Tristão e Yago Garcia. Ewerton Goulart (Músico/ator).

Duração: 50 minutos

Classificação: Livre

Comentários
Veja Também
dothnews 300x100
Últimas Notícias
  
conde_foto
CLÍNICA_RITH_300
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.