Menu
KAGIVA
segunda, 17 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC

Passar muitas horas em frente à TV aumenta risco de morte, diz estudo

16 Jun 2011 - 12h44Por Folha.com

Pessoas que ficam mais horas em frente à televisão correm um risco maior de morrer ou de desenvolver diabetes e doenças cardíacas, sugere um novo estudo.

"A mensagem é simples", segundo o autor da pesquisa, Frank Hu, da Faculdade de Saúde Pública de Harvard. "Diminuir as horas em frente à TV é uma forma importante de reduzir comportamentos sedentários e as chances de desenvolver diabetes e doenças cardíacas."

Todos os dias, os americanos gastam uma média de cinco horas assistindo televisão, enquanto os australianos e alguns europeus, de 3,5 a 4 horas por dia, observam os pesquisadores.

As pessoas que passam muitas horas em frente à televisão não só não se exercitam, como provavelmente comem alimentos pouco saudáveis, explicou Hu. "A combinação de sedentarismo, alimentação inadequada e obesidade cria um 'terreno fértil perfeito' para o diabetes tipo 2 e doenças cardíacas."

Este não é o primeiro estudo que associa o tempo em frente à TV a efeitos nocivos --muitas pesquisas encontram uma forte ligação com a obesidade.

Um relatório de 2007 revelou que mais tempo de televisão foi associado ao aumento da pressão arterial em crianças obesas. Outro estudo do mesmo ano descobriu que crianças com sobrepeso que assistem a propagandas de comida tendem a dobrar a ingestão de alimentos.

Para o novo estudo, publicado no "Journal of American Medical Association", Hu e sua equipe revisaram pesquisas anteriores, que examinaram a relação entre tempo de TV e doenças como diabetes tipo 2.

A análise incluiu oito estudos que acompanharam mais de 200.000 pessoas em uma média de 7 a 10 anos.

Hu e sua equipe descobriram que, para cada duas horas de televisão diária, o risco de diabetes aumenta 20%, enquanto o risco de doença cardíaca, 15%, e o risco de morte, 13%.

Com base nesses resultados, os pesquisadores estimaram que, entre um grupo de 100 mil pessoas, reduzir o tempo de TV em duas horas por dia pode prevenir 176 novos casos de diabetes, 38 casos de doenças cardiovasculares fatais e 104 mortes prematuras por ano.

Todos os estudos incluídos asseguraram que os participantes não desenvolveram nenhuma doença crônica.

No entanto, a pesquisa não pode provar que ver televisão, por si só, aumenta o risco de doenças. Também não é possível identificar como isso acontece.

"É verdade que pessoas que assistem muita TV diferem dos outros, especialmente em termos de dieta e atividade física", disse Hu.

Quem passa horas em frente à televisão está mais propenso a comer junk food, explicou ele, o que pode explicar alguns dos efeitos adversos do comportamento sedentário. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

13º CHEGANDO
Governo de MS confirma pagamento do 13º salário nesta terça-feira
BONITO - MS - TENTATIVA DE SUICÍDIO
Jovem sobe em torre de telefonia para tentar suicídio, PM resgata antes em Bonito (MS)
CIDADES
Motorista com destino a SP perde controle da direção e tomba carreta carregada de celulose na BR-158
CIDADES
Na saída de boate, mulher aponta arma na cabeça de vítima e foge após roubar pertences em MS
MEIO AMBIENTE
Fique atento! Certas árvores podem oferecer riscos para pessoas e animais
OPORTUNIDADES
MS tem 5 concursos abertos e salários de até R$ 9,4 mil nesta semana
GERAL
Defesa deve pedir hoje prisão domiciliar para João de Deus
ECONOMIA
Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
TEMPO E TEMPERATURA
Segunda-feira de céu parcialmente nublado e temperaturas de até 39º
"SÓ TENHO ELE" - DIZ CATADOR
MS: Catador que criou Batfusca com restos de lixo põe carro à venda por não conseguir manter família