Menu
MATO GROSSO DO SUL
sexta, 15 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Passar muitas horas em frente à TV aumenta risco de morte, diz estudo

16 Jun 2011 - 12h44Por Folha.com

Pessoas que ficam mais horas em frente à televisão correm um risco maior de morrer ou de desenvolver diabetes e doenças cardíacas, sugere um novo estudo.

"A mensagem é simples", segundo o autor da pesquisa, Frank Hu, da Faculdade de Saúde Pública de Harvard. "Diminuir as horas em frente à TV é uma forma importante de reduzir comportamentos sedentários e as chances de desenvolver diabetes e doenças cardíacas."

Todos os dias, os americanos gastam uma média de cinco horas assistindo televisão, enquanto os australianos e alguns europeus, de 3,5 a 4 horas por dia, observam os pesquisadores.

As pessoas que passam muitas horas em frente à televisão não só não se exercitam, como provavelmente comem alimentos pouco saudáveis, explicou Hu. "A combinação de sedentarismo, alimentação inadequada e obesidade cria um 'terreno fértil perfeito' para o diabetes tipo 2 e doenças cardíacas."

Este não é o primeiro estudo que associa o tempo em frente à TV a efeitos nocivos --muitas pesquisas encontram uma forte ligação com a obesidade.

Um relatório de 2007 revelou que mais tempo de televisão foi associado ao aumento da pressão arterial em crianças obesas. Outro estudo do mesmo ano descobriu que crianças com sobrepeso que assistem a propagandas de comida tendem a dobrar a ingestão de alimentos.

Para o novo estudo, publicado no "Journal of American Medical Association", Hu e sua equipe revisaram pesquisas anteriores, que examinaram a relação entre tempo de TV e doenças como diabetes tipo 2.

A análise incluiu oito estudos que acompanharam mais de 200.000 pessoas em uma média de 7 a 10 anos.

Hu e sua equipe descobriram que, para cada duas horas de televisão diária, o risco de diabetes aumenta 20%, enquanto o risco de doença cardíaca, 15%, e o risco de morte, 13%.

Com base nesses resultados, os pesquisadores estimaram que, entre um grupo de 100 mil pessoas, reduzir o tempo de TV em duas horas por dia pode prevenir 176 novos casos de diabetes, 38 casos de doenças cardiovasculares fatais e 104 mortes prematuras por ano.

Todos os estudos incluídos asseguraram que os participantes não desenvolveram nenhuma doença crônica.

No entanto, a pesquisa não pode provar que ver televisão, por si só, aumenta o risco de doenças. Também não é possível identificar como isso acontece.

"É verdade que pessoas que assistem muita TV diferem dos outros, especialmente em termos de dieta e atividade física", disse Hu.

Quem passa horas em frente à televisão está mais propenso a comer junk food, explicou ele, o que pode explicar alguns dos efeitos adversos do comportamento sedentário. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem é preso em MS por estuprar crianças, filmar e divulgar vídeos
EMPREENDEDORISMO
Seleção oferecerá consultoria gratuita para 200 mulheres em MS
MEIO AMBIENTE
Em 15 dias, polícia ambiental capturou 8 cobras em residências de MS
POLÍCIA
Militares rodoviários são presos pelo Bope com dinheiro de propina em MS
GERAL
Campanha de fiscalização vai vistoriar quase dois mil veículos do sistema intermunicipal
BONITO - MS - VANDALISMO NO BALNEÁRIO
Balneário Municipal é alvo de vandalismo e prefeitura registra ocorrência em Bonito (MS)
CIDADES
Uems abre processo seletivo para professores temporários em duas cidades
MEIO AMBIENTE
Em 14h, chuva soma 90 milímetros e nível do Rio Aquidauana sobe
BONITO - MS
Bonito Cross: Fim do horário de verão neste sábado põe atletas em alerta
SAÚDE
Febre amarela: OMS recomenda vacina a visitantes de MS e mais 20 Estados