Menu
BANNER GOV
sexta, 19 de julho de 2019
BONITO CÂMARA JULHO 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Passaia pode virar réu em ação da Operação Uragano, em Dourados

22 Set 2011 - 15h46Por Henrique de Matos/Diário MS

Decisão proferida segunda-feira pela a 1ª Turma Criminal do TJ/MS (Tribunal de Mato Grosso do Sul) pode transformar o jornalista e ex-secretário de Governo de Dourados, Eleandro Passaia, em réu em uma das ações criminais decorrentes da Operação Uragano. A operação policial foi deflagrada em 1º de setembro do ano passado após Passaia denunciar à PF (Polícia Federal) a existência de um suposto esquema de corrupção e desvio de verbas públicas na Prefeitura de Dourados.

A operação levou para a cadeia o então prefeito Ari Artuzi, o ex-vice-prefeito Carlinhos Cantor, nove vereadores, secretários municipais, servidores públicos e empresários de Dourados. Segundo informações apuradas pelo Diário MS, o Tribunal acatou um pedido formulado pelos advogados de Carlinhos Cantor e incluiu o ex-secretário de Governo como réu na mesma ação em que o ex-vice-prefeito é acusado de formação de quadrilha e corrupção ativa. Com a decisão, Passaia, que até o momento aparecia apenas como testemunha de acusação, terá que se defender criminalmente das acusações presentes na ação.

Na decisão, o TJ/MS teria julgado como ‘ilegal’ o termo de delação premiada assinado por Passaia, com aval da PF e do MPE (Ministério Público Estadual) e considerado o ex-secretário como participante ativo do suposto esquema de corrupção denunciado por ele, através de gravações de áudio e vídeo.

Na época, autorizado pela Justiça, Passaia gravou a entrega de quantias em dinheiro para Artuzi, Cantor, empresários e ex-vereadores. A PF e o MPE consideraram as imagens como provas cabais do suposto esquema de corrupção e deflagraram a Operação Uragano. Os vídeos e áudios também são considerados ‘peças-chave’ para o MPE, nas ações judiciais que pedem a condenação de todos os réus decorrentes da operação.

PF e o MPE também alegaram que o termo de delação premiada assinado por Passaia - o benefício é concedido a testemunhas que se comprometem em colaborar com a Justiça - havia sido sugerido pelos próprios órgãos envolvidos na operação. Segundo eles, o termo iria amparar Passaia de qualquer fato novo que pudesse evidenciar a participação do jornalista no suposto esquema criminoso, além de garantir formalmente que o ex-secretário continuaria colaborando com as investigações.

Na defesa, Cantor também pediu o trancamento da ação penal e o reconhecimento de nulidade nas investigações, alegando ilegalidade da participação de Passaia na captação de informações, a falta de atribuição da Polícia Federal, a ilegalidade de escutas telefônicas, a incompetência de promotores que atuaram no caso e, ainda, o fato de o delator não ter sido denunciado com os demais envolvidos.

Na mesma decisão, os desembargadores também teriam acatado o pedido dos advogados de Cantor e autorizado a realização de perícias nas gravações feitas pelo Passaia. O objetivo dos advogados seria obter indícios que evidenciem uma suposta edição dos vídeos para prejudicar os envolvidos na ação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - ASFALTO CHEGANDO
Acabando a poeira, iniciado o asfaltamento e drenagem da Rua 19 de novembro em Bonito (MS)
BONITO - MS - 20º FIB
Confira a programação dos shows dos artistas sul-mato-grossenses no Festival em Bonito (MS)
UNIGRAN DOURADOS - OPORTUNIDADE
UNIGRAN Dourados com vagas para supervisor de estágio em Enfermagem, Veja como fazer
BONITO - MS - AÇÕES
Maquinário é enviado as fazendas para trabalhos nas bacias do Rio Formoso e do Rio da Prata
BONITO - MS - PRÉ-FESTIVAL
Festival promete e pré-festival começa nesta segunda-feira, Confira a programação em Bonito (MS)
BONITO - MS - CONFIRA A PROGRAMAÇÃO
CMU terá uma programação com artistas nacionais, regionais e alunos durante Festival em Bonito (MS)
FESTIVAL DE INVERNO DE BONITO (MS)
Oficina de Mosaico alia reciclagem à arte no Festival de Inverno de Bonito (MS)
JARDIM - MS - SUJEIRA
Parte de geladeira é retirada durante ação de limpeza realizada no rio da Prata
PREVISÃO DO TEMPO
Sexta-feira com pancadas de chuva e altas temperaturas em MS
MATOU DOIS
Agricultor reage e mata dois ladrões que tentavam assaltar propriedade