AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 23 de Setembro de 2017
DELPHOS_FULL
CLINICA_RITH
21 de Agosto de 2017 09h35

Parcelamento de IPTU e ISSQN atrasados vai até o dia 31 com desconto de até 90% em Bonito (MS)

Parcelamento de IPTU e ISSQN atrasados vai até o dia 31 com desconto de até 90% em Bonito (MS)

BONITO INFORMA COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA DE IMPRENSA
Parcelamento de IPTU e ISSQN atrasados vai até o dia 31 com desconto de até 90% em Bonito (MS)Parcelamento de IPTU e ISSQN atrasados vai até o dia 31 com desconto de até 90% em Bonito (MS)

O período de adesão dos contribuintes de Bonito ao Programa de Recuperação Fiscal de Bonito (REFIC 2017), criado pela Prefeitura Municipal em abril deste ano, encerra-se no próximo dia 31 de agosto.

Criado por meio da Lei Complementar nº 126, de 25 de abril de 2017, o projeto tem como objetivo promover a regularização de créditos municipais relativos ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ao ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza), devidos até o mês de dezembro de 2016.

O REFIC inclui também outros débitos de natureza tributária e não tributária, desde que vinculados a uma inscrição municipal, constituídos ou não, inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou a ajuizar, com exigibilidade suspensa ou não. O contribuinte com acordo de parcelamento vigente poderá aderir ao REFIC 2017, em relação ao saldo devedor.

O crédito poderá ser quitado à vista ou em parcelas mensais e sucessivas que vencerão no dia 10 (dez) de cada mês, abrangendo obrigatoriamente todos os débitos, principais e acessórios, da seguinte forma:

Em parcela única com a exclusão de 90% (noventa por cento) do valor dos juros e 80% (oitenta por cento) do valor da multa incidente sobre o débito devido;

Em até 03 (três) parcelas com a exclusão de 80% (oitenta por cento) do valor dos juros e 70% (setenta por cento) do valor da multa incidente sobre o débito devido, sem juros futuros nas parcelas;

Em até 06 (seis) parcelas com a exclusão de 70% (setenta por cento) do valor dos juros e 60% (sessenta por cento) do valor da multa incidente sobre o débito, sem juros futuros nas parcelas;

Em até 12 (doze) parcelas com a exclusão de 60% (sessenta por cento) do valor dos juros e 50% (cinquenta por cento) do valor da multa incidente sobre o débito, com juros de 0,5% (cinco décimos por cento) ao mês ou fração;

Em até 24 (vinte e quatro) parcelas com a exclusão de 50% (cinquenta por cento) do valor dos juros e 40% (quarenta por cento) do valor da multa incidente sobre o débito, com juros de 0,8% (oito décimos por cento) ao mês ou fração;

Em até 36 (trinta e seis) parcelas com a exclusão de 40% (quarenta por cento) do valor dos juros e 30% (trinta por cento) do valor da multa incidente sobre o débito, com juros de 1% (um por cento) ao mês ou fração.

O valor das parcelas por inscrição municipal não poderá ser inferior a R$100,00 (cem reais).

Tratando-se de débito inscrito em dívida ativa, ajuizado para cobrança executiva, o pagamento do débito não dispensa o recolhimento das custas processuais e os honorários advocatícios também integrarão a composição dos valores das parcelas.

Após a efetivação do parcelamento a Procuradoria Jurídica do Município providenciará o pedido de suspensão da ação judicial, até a quitação integral do débito.

Comentários
Veja Também
dothshop
Últimas Notícias
  
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
conde_foto
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.