Menu
ASSOMASUL MAIO 2019
domingo, 26 de maio de 2019
Busca
ÁGUAS DE BONITO

Para perder peso de forma definitiva, é preciso emagrecer também a mente

6 Out 2011 - 12h03Por Bonito Informa/Com informações da RBS/Bem Estar

Dietas, exercícios, remédios e procedimentos bariátricos para a restrição alimentar são as formas mais comuns e eficazes de tratar a obesidade. No entanto, não é raro haver casos de insucesso no processo de emagrecimento, principalmente, quando a mudança de pensamento e comportamento são deixados de lado ao longo do tratamento.

A ansiedade é apontada regularmente como uma das principais causas da obesidade, mas, de acordo com a psicóloga especialista em terapia comportamental-cognitiva e transtornos alimentares, Marilice Rubbo de Carvalho, frequentemente, a questão é mais complexa e envolve outros transtornos.

Sentimentos como tristeza, raiva e frustração também levam o indivíduo a buscar na alimentação uma fuga e, nestes casos, a redução definitiva de peso torna-se mais difícil. Segundo a especialista, quando isto ocorre, a terapia comportamental-cognitiva é parte fundamental do tratamento, atuando na busca da modificação de pensamentos disfuncionais associados aos hábitos do paciente, como o aprendizado sobre seu comportamento alimentar e entendimento dos sentimentos e pensamentos que o levam a comer.

A terapia tem ainda como objetivo gerenciar as emoções do paciente, como melhorar sua autoestima, reforçar e motivar a importância das mudanças de hábitos, reações de estresse, ansiedade e compulsão alimentar.

— Alguns sentimentos são comuns na maioria dos casos, às vezes provocados por traumas e crenças que geram baixa autoestima, sensação de inferioridade, infelicidade — revela a psicóloga.

O tratamento com a terapia não deve ser direcionado somente às pessoas que desejam mudar de comportamento e entender sua relação com a obesidade, mas também para aquelas que recorrem às cirurgias de redução de estômago e medicamentos inibidores de apetite.

— É essencial que, antes de iniciar algumas estes tratamentos, o paciente realize um trabalho de mudança cognitiva comportamental para se preparar para uma transformação na alimentação posterior a estes procedimentos e manter toda a programação necessária para manter o peso — explica.

Segundo a psicóloga, quem precisa emagrecer deve além de fazer acompanhamento psicológico, incluir na sua rotina algumas atitudes de administração do tempo e monitoramento da fome, além de estar ciente das vantagens de perder peso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA ILUSTRE
Em Bonito (MS), Miss Brasil Júlia Horta destaca 'A energia daqui é inexplicável'
COISA DE DOIDO
VÍDEO: Sucuri ataca bombeiro durante resgate, ASSISTA!
BONITO - MS - CASO DE POLÍCIA
Homem é preso por ameaçar mãe de 67 anos e desobedecer medida protetiva judicial em Bonito (MS)
BODOQUENA - MS - MARIA DA PENHA
Maria da Penha nele: Rapaz agride esposa e é preso pela Polícia Militar em Bodoquena (MS)
JARDIM - MS - TRÁFICO DE DROGAS
PM prende 3 com mais de 300 quilos de maconha no Distrito do Boqueirão em Jardim (MS)
MIRANDA - MS - AÇÃO DA PMR
Ação da PMR prende jovem armado e várias passagens pela polícia na MS-339 em Miranda
POWER COUPLE 4
Power Couple: Eliéser tem ataque de fúria, parte para cima de Folhas e deixa Gugu assustado; VEJA
GASOLINA MAIS BARATA
Petrobras reduz preço da gasolina na refinaria em 4,4% a partir deste sábado
FRIO CONTINUA NO MS
Temperaturas podem variar entre 4°C a 32°C neste fim de semana em Mato Grosso do Sul
FEMINICÍDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento