Menu
mutantes
quarta, 20 de maro de 2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Operação em Alagoas pede prisão de prefeito e primeira-dama por desvio de verbas

20 Set 2011 - 14h04Por Estadão.com / As informações são da assessoria de imprensa da Controladoria-Geral da União

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU) realizam nesta terça-feira, 20, operação conjunta para desarticular suposto esquema de desvios de recursos federais no município alagoano de Traipu. De acordo com a CGU, o esquema envolve, além do prefeito e da primeira-dama da cidade, dois secretários, um ex-secretário municipal e três seguranças do prefeito. Os desvios de verbas destinadas à educação chegariam a R$ 8,2 milhões.

A operação visa à prisão preventiva de oito pessoas: o prefeito, Marco Antônio dos Santos, a primeira-dama, Juliana Kummer, dois secretários e um ex-secretário, além de três seguranças do prefeito. Além da prisão temporária do tesoureiro do município. Serão cumpridos ainda 16 mandados de busca e apreensão em 13 residências e em três órgãos da prefeitura.

A ação, denominada Operação Tabanga, é desdobramento da Operação Mascotch, realizada em março deste ano para investigar um esquema de desvios de recursos da merenda escolar em 13 municípios alagoanos, incluindo Traipu. Segundo as investigações feitas na época, os envolvidos se apropriariam dos recursos para fazer compras pessoais de itens como uísque, vinho e ração para cachorro. 

Reincidentes. Na atual operação, fiscalizações feitas pela CGU apontaram indícios de desvios de R$ 8,2 milhões de recursos do Fundeb e do Programa de Transporte Escolar, entre 2007 a 2010. Dentre as irregularidades constatadas, verificou-se a existência de indícios de licitações simuladas, de pagamentos por serviços não realizados e de simulação de prestações de contas. 

Três das pessoas que podem ser presas nesta terça foram presas também na operação Mascotch: a primeira-dama de Traipu, Juliana Kummer, o secretário de Compras do município, Charles Douglas Amaro Costa, e o ex-secretário de Administração, Francisco Albuquerque dos Santos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Vendaval derruba árvores em rodovias e chuva alaga cidades de MS
BONITO - MS
Cheia e rio turvo após chuva interditam balneários e gruta em Bonito
BONITO - MS
Bonito recebe palestra e workshop de fotografia na gastronomia
BONITO - MS
Custo da coleta de lixo em 2019 será superior a 2 milhões em Bonito
'Queriam se aparecer para os colegas'
Adolescentes tentam atear fogo em sala de aula e são detidos em MS
BONITO - MS - NA TRIBUNA
Na tribuna, Proposta de vereador quer melhorar acesso ao Balneário Municipal á cadeirantes em Bonito
BONITO - MS
Prefeitura de Bonito convoca a 8ª Conferência Municipal da Saúde
BONITO - MS
Secretaria de Esportes recebe doação de jogo de camisetas em Bonito
CIÊNCIA E SAÚDE
Terceira e última superlua de 2019 poderá ser vista nesta quarta
LOLLAPALOOZA 2019
The sun': Vitor Kley revela versão em inglês de hit 'O sol' e fãs comemoram: 'Mundo vai ser seu'