Menu
ASSOMASUL MARÇO
quinta, 25 de abril de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
Brasil - Economia

Nunca se vendeu tanta moto no Brasil como neste ano

6 Dez 2011 - 15h24Por Agencia Brasil

As vendas de motocicletas no país nunca estiveram tão aquecidas. Entre janeiro e novembro, o número de unidades vendidas foi o maior já registrado para o período, segundo balanço da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Em 11 meses, foram vendidas 1,93 milhão de motos, 8,5% a mais que no mesmo período de 2008 que detinha, até agora, o recorde da série histórica.

Só em novembro, deixaram as revendas 177,8 mil motocicletas, um crescimento de 0,6% ante outubro, quando foram vendidas 177,7 mil unidades. Segundo o presidente da Abraciclo, Roberto Akiyama, a alta nas vendas este ano fez o setor de duas rodas superar a crise que se arrastava desde 2009. Akiyama disse que, em 2011, a produção anual deve igualar, pela primeira vez, a marca alcançada em 2008, o melhor ano do segmento. “Depois de três anos, conseguimos retomar o nível de antes da crise”, disse ele.

A associação estima que, até o fim do ano, a fabricação de motocicletas atinja 2,141 milhões de unidades. Caso o número se confirme, o setor apresentará um crescimento de 17% ante o resultado do ano passado, quando foram fabricadas 1,83 milhão de motos. As vendas internas devem crescer 13%, com 2,06 milhões de unidades. Em 2010, foram vendidas 1,818 milhão de motos.

No ano que vem, Akiyama prevê que o setor continuará em expansão, porém, em ritmo mais lento. A venda e a produção devem crescer 5%, atingindo, respectivamente, 2,154 milhões e 2,252 milhões de motos. “Ainda esperamos alguns efeitos das medidas de contenção de crédito tomadas pelo governo e da crise internacional”, disse Akiyama.

Mas a maior aposta da Abraciclo para 2012 está nas exportações. Segundo Akiyama, as vendas para o mercado externo devem crescer 46% e chegar a marca de 98 mil unidades. Akiyama ressaltou, entretanto, que as exportações representam uma fatia muita pequena da fabricação nacional. Por isso, o incremento nos embarques não terá grande impacto no faturamento do setor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Anão do crime mobiliza até elite da PM para sua prisão em MS
POLÍTICA
Para bancada de MS, barganha para Reforma da Previdência é fake ou crime
CIDADES
Com 26 mil notificações em MS, casos de dengue apresentam tendência de queda
POLÍCIA
Polícia Civil prendeu 193 pessoas em MS durante operação nacional
GERAL
Avianca não opera em Mato Grosso do Sul a partir de segunda-feira
EMPREGOS E CONCURSOS
Governo confirma edital do concurso dos bombeiros e PM para próxima semana
POLÍTICA
‘Não pode faltar investigação’, diz Raquel Dodge no MPMS sobre pressão de políticos
RIO DA PRATA - MS
Conheça os melhores pontos do Rio da Prata, atrativo próximo a Bonito (MS)!
BONITO - MS - INSCRIÇÕES ABERTAS
Bonito (MS) receberá o 1º Open de Squash em maio, inscrições já estão abertas
TURISMO
Na região Norte, rota “Cerrado Pantanal” quer ser novo destino turístico de MS