Menu
KAGIVA
segunda, 21 de janeiro de 2019
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC
Brasil - Economia

Nunca se vendeu tanta moto no Brasil como neste ano

6 Dez 2011 - 15h24Por Agencia Brasil

As vendas de motocicletas no país nunca estiveram tão aquecidas. Entre janeiro e novembro, o número de unidades vendidas foi o maior já registrado para o período, segundo balanço da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Em 11 meses, foram vendidas 1,93 milhão de motos, 8,5% a mais que no mesmo período de 2008 que detinha, até agora, o recorde da série histórica.

Só em novembro, deixaram as revendas 177,8 mil motocicletas, um crescimento de 0,6% ante outubro, quando foram vendidas 177,7 mil unidades. Segundo o presidente da Abraciclo, Roberto Akiyama, a alta nas vendas este ano fez o setor de duas rodas superar a crise que se arrastava desde 2009. Akiyama disse que, em 2011, a produção anual deve igualar, pela primeira vez, a marca alcançada em 2008, o melhor ano do segmento. “Depois de três anos, conseguimos retomar o nível de antes da crise”, disse ele.

A associação estima que, até o fim do ano, a fabricação de motocicletas atinja 2,141 milhões de unidades. Caso o número se confirme, o setor apresentará um crescimento de 17% ante o resultado do ano passado, quando foram fabricadas 1,83 milhão de motos. As vendas internas devem crescer 13%, com 2,06 milhões de unidades. Em 2010, foram vendidas 1,818 milhão de motos.

No ano que vem, Akiyama prevê que o setor continuará em expansão, porém, em ritmo mais lento. A venda e a produção devem crescer 5%, atingindo, respectivamente, 2,154 milhões e 2,252 milhões de motos. “Ainda esperamos alguns efeitos das medidas de contenção de crédito tomadas pelo governo e da crise internacional”, disse Akiyama.

Mas a maior aposta da Abraciclo para 2012 está nas exportações. Segundo Akiyama, as vendas para o mercado externo devem crescer 46% e chegar a marca de 98 mil unidades. Akiyama ressaltou, entretanto, que as exportações representam uma fatia muita pequena da fabricação nacional. Por isso, o incremento nos embarques não terá grande impacto no faturamento do setor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVISÃO DO TEMPO NO MS
Preparem o tereré - Semana deve ter chuvas rápidas e calorão de 38°C em MS
OUSADIA
Pabllo Vittar empina bumbum e mostra tatuagem em ponto estratégico, VEJA
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
EM CIDADE DO MS
Temporal de 30 minutos alaga ruas e família fica presa em carro em cidade do MS
ACIDENTE FATAL
Em MS, Cinco pessoas morrem em grave acidente na BR-060
JARDIM E MAIS DUAS CIDADES DO MS
Em Jardim, Uems abre amanhã processo seletivo para professor temporário em duas cidades
BONITO - MS - AÇÃO DA POLÍCIA CIVIL
Polícia Civil prende chefe de um dos restaurantes mais badalados de Bonito (MS)
EM CIDADE DO MS
Estudante de medicina morre após jogar partida de futebol em cidade do MS
BONITO - MS - MARIA DA PENHA
PM é novamente acionada por violência doméstica, essa já é a 3ª em menos de 5 dias em Bonito (MS)
VERÃO - BOMBEIROS ALERTAM
Nos primeiros dias de 2019 bombeiros já registram afogamentos em três cidades do MS