Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 22 de junho de 2018
KAGIVA
Busca

Nove meses após entrevista, MPE denuncia Ari Artuzi por racismo

17 Mai 2011 - 09h18Por Campo Grande News

Nove meses depois de suposto crime, o Ministério Público Estadual apresenta denúncia contra o ex-prefeito de Dourados, Ari Artuzi por racismo.

Em entrevista à emissora de rádio da cidade, em 14 de agosto de 2010, ele usou de expressão racista ao falar do trabalho realizado no município, alega o MPE.

No programa “Hora da Verdade”, da Grande FM, ao responder sobre os problemas enfrentados pela administração pública, ele disse literalmente “nóis temu fazenu serviço de genti branca; serviço de genti”.

Além de prisão, a promotoria pede que seja aplicada multa de 300 mil reais.

Ari Artuzi, na avaliação do MPE foi infeliz ao dizer a milhares de ouvintes que “gente qualificada é apenas quem ostenta a cútis alva, revelando inadmissível e execrável menoscabo aos outros segmentos étnicos nacionais, sobretudo à comunidade negra”.

Na denúncia, o Ministério Público Estadual alega “discurso infamante e racista proferido pelo outrora prefeito da 2.ª maior cidade de Mato Grosso do Sul repercutiu imediatamente, tanto que vários cidadãos reclamaram prontamente perante a emissora que transmitiu o pronunciamento. O telefone da rádio não cessava de tocar com ligações disparadas por ouvintes indignados”, relembra o promotor João Linhares Júnior..

A demora para a apresentação da denúncia, segundo o MPE, ocorre por tempo necessário para inquérito. Ele explica que o crime se difere de “injúria qualificada” pela utilização de elementos referente à raça e cor, destinados a kuma determinada pessoas. Já o crime de crime de racismo exige que o ataque seja à coletividade. São 12 páginas de denúncia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Campo Grande abre inscrições de processo seletivo para nível médio
BONITO - MS
SENAR vai realizar curso de Produção de Alimentos Saudáveis em Bonito
EM MS
Eleitores já podem se cadastrar para atuar como mesários
OPERAÇÃO OIKETICUS
Cheque da desembargadora Tânia Borges é encontrado em investigação do Gaeco
NARCOTRÁFICO
Paraguai destrói 107 acampamentos com 318 toneladas de maconha na fronteira
BELEZAS NATURAIS DE MS
Isto é Mato Grosso do Sul: o novo vídeo que retrata as belezas do MS
DEFESA SANITÁRIA
MS apresenta situação da fronteira na reunião que discute a retirada da vacina contra aftosa
DEU RUIM
Golpe do 'Mercado Livre'
OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Terminam hoje inscrições de processo seletivo da UFMS para 48 vagas
TEMPO E TEMPERATURA
Inverno começa seco e quente em Mato Grosso do Sul