Menu
mutantes
domingo, 17 de fevereiro de 2019
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Na Santa Casa, pacientes de plano de saúde e SUS dividem mesma fila

27 Mai 2011 - 13h00Por Campo Grande News

A superlotação na Santa Casa de Campo Grande, que penaliza os pacientes atendidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), também afeta quem paga plano de saúde.

À noite, quando as clínicas particulares conveniadas fecham as portas, o Prontomed – setor que atende convênios e particulares na Santa Casa - aparece como única opção em casos de acidentes e traumas.

Neste cenário, tanto pacientes do SUS, que dão entrada pelo Pronto Socorro, quanto usuários do plano de saúde entram na mesma fila por atendimento. “Se o Pronto Socorro estiver lotado, prejudica o Prontomed”, admite o diretor clínico Luiz Alberto Kanamura. Ele afirma que o critério de seleção para o atendimento é a gravidade do caso. “Quem estiver pior é atendido primeiro. Não importa se convênio ou SUS”.

Em caso de superlotação, que ocorre geralmente aos fins de semana, quando a mistura de álcool e excesso de velocidade faz explodir os números de acidente de trânsito, pacientes do SUS são levados para o Prontomed.

Reclamações dos usuários dos planos de saúde chegam ao Siems (Sindicato dos Trabalhadores na área de Enfermagem). “A família de uma paciente que deu entrada pelo Prontomed reclamou que demorou dois dias para ela ser encaminhada ao centro cirúrgico”, relata a presidente do sindicato, Helena Delgado. Neste dia, cinco salas do centro cirúrgico foram transformadas em CTI (Centro de Terapia Intensiva).

Filé – A presidente do Siems compara que a rede particular fica com o “filé mignon” dos traumas, como luxaçã e entorse. E suspendem o atendimento no período noturno, quando há maior incidência de acidentes de trânsito. Um atendimento mais complexo e que exige mais estrutura e recursos por parte da unidade que recebe o paciente.

A reportagem do jornal online Campo Grande News ligou para diversas clínicas para saber como funciona o atendimento à noite aos usuários de plano de saúde. No hospital Miguel Couto, da Unimed, somente clínico geral atende 24 horas.

Na Orthos, o atendimento com ortopedista vai até as 19h. Depois, a orientação é procurar o Proncor da Maracaju ou o Prontomed.

No Proncor, o atendimento de ortopedia termina a meia noite e retorna às 7h do dia seguinte. Na Ortotrauma, um médico fica de sobreaviso até 21h.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - OS CAMPEÕES
Bonito (MS): Sob forte calor, Mountain Bike e Duathlon fecham o Bonito Cross, Confira os ganhadores
CARNAVAL NO RIO DE JANEIRO
Descalça, sob chuva e com beijo, Ellen Rocche ensaia em SP, VEJA FOTOS
MINIBOLT - VEJA VÍDEO
MiniBolt, menino de 7 anos está chocando o mundo com sua velocidade espantosa, VÍDEO
DOURADOS - COLISÃO MATOU OS DOIS
Em Dourados, VÍDEO mostra colisão frontal entre motos que matou dois, assista
BONITO - MS - NOVO HORÁRIO
Com o fim do horário de verão Balneário tem novo horário de funcionamento em Bonito (MS)
BONITO - MS - REIVINDICAÇÃO
Meio Ambiente pede mais 10 policiais e 3 viaturas para PMA em Bonito (MS)
MARACAJU - SEGURANÇA
Em Maracaju, Operação Petra cumpre 18 mandados de busca e apreensão e prende três pessoas
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Na fronteira, Reinaldo entrega R$ 1,4 milhão em equipamentos agrícolas
POLÍCIA
Homem é preso em MS por estuprar crianças, filmar e divulgar vídeos
EMPREENDEDORISMO
Seleção oferecerá consultoria gratuita para 200 mulheres em MS