AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 22 de Novembro de 2017
DELPHOS_FULL
6 de Setembro de 2017 07h26

Mulheres vítimas de violência terão aulas de defesa pessoal na Capital do Estado

DA REDAÇÃO

Prefeitura Municipal de Campo Grande lançou ontemo curso de defesa pessoal para mulheres na Casa da Mulher Brasileira. Aulas serão oferecidas de graça às vítimas de violência doméstica. Curso Não ao abuso e à agressão – sei me proteger”, acontece nos dias 23 e 30 de setembro.

Projeto acontece em parceria com a Subsecretaria de Políticas para a Mulher e a Fundação Municipal de Esportes (Semu). Carla Stephanini, titular da Semu, diz que o projeto demonstra a preocupação da administração municipal com a cidadania das mulheres, além de oferecer para as moradoras autoestima e empoderamento.

"É uma iniciativa pioneira em nossa Capital e esse será apenas o primeiro passo para sermos referência nacional”, afirmou a vice-prefeita Adriane Lopes.

As aulas serão orientadas pelo especialista em Karatê, Hélio Arakaki, que elaborou um método de autodefesa para mulheres, criando oportunidades para que ela possa se livrar de eventuais tentativas de agressões.

Há um ano utilizando as técnicas da autodefesa, Hélio Arakaki explica que o trabalho foi formulado a partir do momento em que ele observou que até por uma questão cultural, as pessoas, em sua maioria, não reagem às agressões e a falta de atitude ao longo dos anos trouxe consequencias graves para as mulheres. O especialista explica que a ideia é fortalecer a identidade da mulher.

O lançamento do projeto contou com a presença da vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, Yacita Gamorra ; da diretora da Casa da Mulher, Tai Loschi; além dos secretários José Mário Antunes (SAS), Luiz Fernando Buainain (Sedesc) e do diretor-presidente da Funsat, Cleiton Freitas.

AULAS

O curso acontecerá nos dias 23 e 30 de setembro no ginásio do Centro Municipal de Treinamento Esportivo (CEMTE) das 14h às 18h. Serão desenvolvidos dois módulos de 4h cada, totalizando 8 horas.

Segundo o diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, a intenção é levar, de forma simples e eficiente, formas de defesa como imobilização, soltura e táticas de ataque.

Comentários
Veja Também
dothshop
Últimas Notícias
  
bonito_celular
conde_foto
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.