Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 21 de novembro de 2018
KAGIVA
Busca

Mudança climática reduzirá água disponível para agricultura

10 Jun 2011 - 17h07Por Folha.com

A FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) advertiu nesta quinta-feira que a mudança climática terá graves consequências na disponibilidade de água destinada à produção de alimentos e na produtividade dos cultivos durante as próximas décadas.

Estas são algumas das conclusões do estudo "Mudança climática, água e segurança alimentar", elaborado pela FAO, segundo informou a agência em comunicado divulgado hoje em Roma.

O relatório indica que deve haver uma aceleração do ciclo hidrológico do planeta, já que a alta das temperaturas elevará a taxa de evaporação de água da terra e do mar.

A chuva, segundo o estudo, aumentará nos trópicos e em latitudes mais altas, mas diminuirá nas regiões que já são secas ou semi-áridas e no interior dos grandes continentes.

Assim, o aumento da frequência das secas poderia levar à necessidade de recorrer a um maior aproveitamento de água subterrânea para suprir a demanda da produção agrícola, enquanto a redução das geleiras afetará a quantidade de água de superfície disponível para a irrigação nas principais regiões produtoras.

Segundo a FAO, o aumento das temperaturas estenderá a temporada de crescimento dos cultivos nas regiões temperadas do norte mas, por outro lado, reduzirá sua duração na maioria dos outros lugares do planeta.

Isso, unido à maior taxa de evaporação, provocará uma queda do potencial de rendimento dos cultivos e da produtividade da água.

Com o objetivo de responder aos desafios apresentados pela mudança climática, a FAO também propõe algumas iniciativas como a "contabilidade da água", uma medição meticulosa da provisão, as transposições e as transações comerciais de água.

"A contabilidade de água na maior parte dos países em desenvolvimento é muito limitada e os processos de armazenamento ou não existem, ou são pouco desenvolvidos, ou são diferentes para cada caso", considera o relatório.

Por este motivo, o estudo acrescenta: "Uma prioridade será ajudar os países em desenvolvimento a adquirir boas práticas para contabilizar a água e desenvolver sistemas armazenamento que sejam robustos e flexíveis".

Deixe seu Comentário

Leia Também

RALLY DOS SERTÕES - LARGADA NA CAPITAL
Para Reinaldo, Rally dos Sertões é aposta para fomentar turismo e economia em MS
SORTEIO DE CARRO 0KM
Hotel Cassino Amambay fará sorteio de um carro Prisma 0 KM, veja como participar
FAMOSIDADE
Mãe do filho de Neymar compartilha clique de biquíni e enlouquece a web
NOVO GOVERNO - 1º ESCALÃO
Bolsonaro anuncia deputado Mandetta como futuro ministro da Saúde
TODO CUIDADO É POUCO
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
LUTANDO PELA VIDA
Lutando pela vida: mesmo após 2 transplantes, leucemia volta e jovem precisa fazer tratamento em SP
BONITO - MS - PREFEITURA TRABALHANDO
Revitalizada, Praça do Bom Viver recebe internet gratuita em Bonito (MS)
COISAS DA NATUREZA
Bombeiros Militares combatem incêndio e encontram cobra gigante
BONITO - MS - EDUCAÇÃO
Duas escolas de Bonito estão nas finais do programa Agrinho
CIDADES
Mulher esfaqueia marido em MS e diz a polícia 'Ele me deu uma surra com galho de árvore'