Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sexta, 17 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

MS, RS, PR e SC poderão ter nota fiscal comum

9 Ago 2011 - 15h40Por Correio do Estado

Os Estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina poderão implantar uma nota fiscal eletrônica comum. Pelo menos essa é uma das propostas discutidas em reunião realizada no gabinete do presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia (PT-RS) na manhã desta terça-feira (9). A discussão foi proposta pelo Conselho de Desenvolvimento e Integração do Sul (CODESUL) com o objetivo de debater políticas para o desenvolvimento sócio-econômico dessas unidades da Federação.

Representando Mato Grosso do Sul, o coordenador da bancada no Congresso Nacional, deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) participou do encontro junto com os demais coordenadores das bancadas dos Estados da região sul do país. A próxima reunião do Conselho ficou marcada para o dia 2 de setembro, em Esteio-RS.

Além da nota fiscal eletrônica comum, os principais temas debatidos foram a possibilidade de se criar um fundo para a recuperação de municípios atingidos por desastres ambientais; a formulação de ações para combater o tráfico de drogas nas fronteiras; e a fiscalização do trânsito de animais.

A reunião foi convocada pelo governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), presidente do CODESUL. O governador foi representado pela secretária executiva do conselho, a ex-senadora Emília Fernandes. Durante a audiência, Geraldo Resende também foi convidado a participar de um evento que reunirá as bancadas parlamentares da região sul e os presidentes das respectivas federações das indústrias. A reunião com o setor produtivo e a classe política vai acontecer no próximo dia 12, em Santa Catarina.

Após a reunião na presidência da Câmara, Geraldo Resende disse que o resultado foi positivo. “Discutir entre as bancadas e o Poder Executivo dos Estados esses temas, formular as políticas necessárias e trabalhar junto com o Governo federal é o verdadeiro papel das bancadas e uma forma de se lutar pelo desenvolvimento regional”, afirmou.

Participaram da audiência, além de Geraldo Resende e o presidente Marco Maia, a secretária executiva do CODESUL Emília Fernandes; os deputados Edinho Bez (PMDB), coordenador da bancada de Santa Catarina; Fernando Lucio Giacobo (PR), coordenador da bancada do Paraná; e Paulo Pimenta (PT), coordenador da bancada do Rio Grande do Sul.


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - BALNEÁRIO MUNICIPAL
Balneário Municipal ficará fechado durante 5 dias este mês de agosto em Bonito (MS)
MAIS UMA FATALIDADE NO RODEIO
Peão que competiu em Barretos morre após cavalo cair em cima dele em cidade do MS
PROCESSO SELETIVO NO MS
Prefeitura abre inscrições para processo seletivo em cidade do MS
BONITO - MS - CURSOS PROFISSIONALIZANTES
Prefeitura concede espaço e SENAI realizará cursos profissionalizantes em Bonito
DOURADOS - MAIS VIOLÊNCIA
Padre é trancado no quarto, espancado e tem pertences levados em Dourados
POLÍTICA
Julgamento de Zeca do PT sobre farra da publicidade é marcado para o dia 4
AÇÃO CIVIL
Estado é acusado de discriminar mulheres em concurso da Polícia Militar
DE MS
Morre de causas naturais maior contrabandista do país preso em 2011
ECONOMIA
Nascidos em agosto já podem sacar abono salarial do PIS/Pasep
INTERNACIONAL
Morre aos 76 anos Aretha Franklin, a 'rainha do soul'