Menu
KAGIVA
quarta, 17 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

MS, RS, PR e SC poderão ter nota fiscal comum

9 Ago 2011 - 15h40Por Correio do Estado

Os Estados de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina poderão implantar uma nota fiscal eletrônica comum. Pelo menos essa é uma das propostas discutidas em reunião realizada no gabinete do presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia (PT-RS) na manhã desta terça-feira (9). A discussão foi proposta pelo Conselho de Desenvolvimento e Integração do Sul (CODESUL) com o objetivo de debater políticas para o desenvolvimento sócio-econômico dessas unidades da Federação.

Representando Mato Grosso do Sul, o coordenador da bancada no Congresso Nacional, deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) participou do encontro junto com os demais coordenadores das bancadas dos Estados da região sul do país. A próxima reunião do Conselho ficou marcada para o dia 2 de setembro, em Esteio-RS.

Além da nota fiscal eletrônica comum, os principais temas debatidos foram a possibilidade de se criar um fundo para a recuperação de municípios atingidos por desastres ambientais; a formulação de ações para combater o tráfico de drogas nas fronteiras; e a fiscalização do trânsito de animais.

A reunião foi convocada pelo governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), presidente do CODESUL. O governador foi representado pela secretária executiva do conselho, a ex-senadora Emília Fernandes. Durante a audiência, Geraldo Resende também foi convidado a participar de um evento que reunirá as bancadas parlamentares da região sul e os presidentes das respectivas federações das indústrias. A reunião com o setor produtivo e a classe política vai acontecer no próximo dia 12, em Santa Catarina.

Após a reunião na presidência da Câmara, Geraldo Resende disse que o resultado foi positivo. “Discutir entre as bancadas e o Poder Executivo dos Estados esses temas, formular as políticas necessárias e trabalhar junto com o Governo federal é o verdadeiro papel das bancadas e uma forma de se lutar pelo desenvolvimento regional”, afirmou.

Participaram da audiência, além de Geraldo Resende e o presidente Marco Maia, a secretária executiva do CODESUL Emília Fernandes; os deputados Edinho Bez (PMDB), coordenador da bancada de Santa Catarina; Fernando Lucio Giacobo (PR), coordenador da bancada do Paraná; e Paulo Pimenta (PT), coordenador da bancada do Rio Grande do Sul.


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MELHOR SALÁRIO É DO MS
Fetems confirma: Reinaldo paga o melhor salário de professor do Brasil
NO RIO MIRANDA - MULTA E APREENSÃO
PMA prende e autua em R$ 17 mil oito turistas paulistas pescando com redes e tarrafas no Rio Miranda
BONITO - MS - TESTE EM AEROPORTO
Aeroporto terá testes durante Seminário Nacional de Perícia em BONITO (MS)
ENTRETENIMENTO
FAZENDA 10: Dívida de Perlla com ex-empresário ultrapassa R$ 1 milhão
A FAZENDA 10 - ENTRETENIMENTO
'Vaza' passado cabeludo de Fernanda Lacerda e Léo Stronda fora da Fazenda
A FAZENDA 10 - FOGO NO FENO
Mulher de Rafael Ilha detona Gabi Prado e dispara contra peoa: 'Deve sofrer de alguma doença'
RETA FINAL - NOVELA DA GLOBO
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher' em Segundo Sol
OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL
Temer recebeu R$ 5,9 mi em propinas do setor portuário, diz PF
BONITO - MS - RESULTADO DO CONCURSO
Confira os aprovados no concurso público da Câmara em BONITO (MS)
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Em quatro anos, governo de MS investe R$ 265 milhões em Corumbá