Menu
ITALÍNEA DOURADOS
quarta, 17 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca
CIDADES

MS reduz em 25% pontos vulneráveis à exploração sexual infantil nas BRs

Em todo o Brasil o mapeamento encontrou 2.487 pontos vulneráveis em rodovias. Desse total, 489 foram considerados pontos críticos

15 Mai 2018 - 08h20Por DA REDAÇÃO

Levantamento da PRF (Polícia Rodoviária Federal) mostra que em Mato Grosso do Sul houve uma redução de 25% nos pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes em rodovias federais. O mapeamento é uma parceria entre a PRF e a ong Chilhood Brasil. Em 2014, eram 124 pontos, e em 2018 esse número cai para 93.

 

Em todo o Brasil o mapeamento encontrou 2.487 pontos vulneráveis em rodovias. Desse total,
489 foram considerados pontos críticos; 653, com alto risco; 776, com médio risco; e, por fim, 569 pontos foram avaliados como de baixo risco para exploração.

Dos 2487 pontos vulneráveis em todo o Brasil, 59,55% são em áreas urbanas. Os locais principais são postos de combustível, bar, casa de show, pontos de alimentação, pontos de hospedagem e outros comércios formais. Os principais estados são Ceará, com 81 pontos, Goiás, com 55 pontos, Pará, com 52 pontos, Minas Gerais com 48 e Paraná com 29. As rodovias mais críticas são a BR-116 com 114 pontos críticos, a BR-101 com 56 pontos críticos, a BR-153 com 37 e a BR-354 com 26.

A PRF também trabalhou de forma articulada com a CNDH (Comissão Nacional de Direitos Humanos), a CGO (Coordenação Geral de Operações) e a COINT (Coordenação de Inteligência) A CNDH, explica a PRF, realizou a capacitação dos multiplicadores dos 26 estados e Distrito Federal, coordenou o levantamento dos pontos vulneráveis com apoio da CGO e fcou responsável pela compilação dos dados e confecção da cartilha do MAPEAR.

A COINT ficou com os dados obtidos do levantamento, promoveu as reconfrmações dos pontos críticos e de alta criticidade com o objetivo de direcionar de uma forma mais precisa o trabalho da área operacional, enquanto a CGO, ficou responsável pelo relatório da área de inteligência, atuou nacionalmente nas operações repressivas Domiduca I e II.

Segundo a PRF, o mapeamento reduziu em 14% a existência de pontos em comparação com o mapeamento anterior. As operações também resgataram 121 crianças em situação de vulnerabilidade. As ações alcançaram 15.607 pessoas. Em Mato Grosso do Sul, as ações de prevenção alcançaram 250 pessoas.

MS reduz em 25% pontos vulneráveis à exploração sexual infantil nas BRs

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA DE CHUVA DE GRANIZO NO MS
Instituto alerta para chuvas intensas com possibilidade de granizo em MS
PESQUISA NO MS
Reinaldo abre 14% e chega com 57% dos votos válidos em nova pesquisa no MS
EMPREGOS
Inscrições de concurso com 43 vagas para MS se encerram no domingo
GERAL
Comissão exclui prova de digitação do concurso da Polícia Civil de MS
SEMANA DO SACO CHEIO
Mais de 27 mil pessoas devem passar pela rodoviária no feriado
BUROCRACIA
Temer sanciona lei que dispensa documento autenticado em órgão público
ELEIÇÕES 2018
Quase 400 mil pessoas terão que justificar voto em MS
GERAL
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 23 milhões
TECNOLOGIA
'Celular Legal' começa a ser implementado no próximo domingo em MS, aparelhos serão desativados
EMPREGOS
Semana inicia com 1,9 mil vagas em concursos e salários até R$ 6,6 mil