Menu
KAGIVA
segunda, 10 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

MPF considera como genocídio o ataque a indígenas em Iguatemi

8 Set 2011 - 17h29Por Correio do Estado/Com informações do Ministério Público Federal

O Ministério Público Federal de Dourados pediu abertura de inquérito e considera como genocídio o ataque aos indígenas guarani-kaiowá no dia 23 de agosto. Os índios estavam acampados em Iguatemi (MS) às margens de uma estrada quando foram abordados por homens armados. 

Um dos líderes do grupo afirmou que dois caminhões cheios de homens chegaram atirando, ordenaram para queimar barracas e roupas e amarrar todos índios.

O ataque deixou feridos e o acampamento foi queimado, juntamente com pertences e alimentos. Há indícios de formação de milícia armada e no local, foram encontrados cartuchos de munição calibre 12.

Depois do ataque, os indígenas retornaram ao acampamento. Conhecida como Puelito Kue, a área reivindicada pelo grupo de indígenas já foi estudada pela Funai e o relatório está em fase final de redação. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - AUDIÊNCIA NA CÂMARA
Em audiência, Promotor alerta que se não resolver o 'Brejão' do Rio da Prata ele se acaba em 10 anos
FATALIDADE EM CIDADE DO MS
Homem perde perna e braço após ser atropelado por trem em cidade do MS
BONITO - MS - MARIA DA PENHA
Populares seguram jovem querendo matar a ex-mulher com faca até PM chegar em bairro de Bonito (MS)
VIDA NOVA CHEGANDO
Após esperar por uma hora, mulher dá à luz no chão da recepção do Hospital municipal
BONITO - MS - NA LISTA DO IBAMA
Bonito na lista, Ibama aplicou R$ 672 mil em multas a produtores por uso irregular de agrotóxicos
MUNDO DOS FAMOSOS
Ex de Zezé Di camargo, Zilu Camargo posa de biquíni, exibe corpo escultural e “espanta”
CASAMENTO COM EMOÇÃO
Casamento de Nicole Bahls tem polícia na igreja, convidados na delegacia e ladrão famoso descoberto
BONITO - MS - MEIO AMBIENTE
Audiência para debater poluição de rios lota Câmara de Bonito (MS)
DOURADOS - TRAGÉDIA NO TRÂNSITO
Criança de 12 anos morre no Hospital da Vida depois de ser atropelada em Dourados
GESTÃO BOLSONARO
Em ministério, Mandetta vai priorizar atenção básica de saúde