Menu
mutantes
tera, 19 de maro de 2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Morre rapaz que caiu no silo do armazém da Agro Industrial em Bonito

14 Jun 2011 - 07h17Por Boni Miranda - Bonito Informa

O trabalhador Josimar da Silva, de 20 anos, morreu possivelmente sufocado ontem, segunda-feira (13), depois de permanecer mais de seis horas em um silo lotado de soja, no armazém Agro Industrial -  antiga Coagri, localizado á beira da rodovia que liga Bonito á Guia Lopes da Laguna, próximo á área urbana.

Policiais e bombeiros foram acionados, mas só foi possível retirá-lo após seis horas. O resgate começou às 14h e só terminou às 20h.

Apesar de ele não ter falecido com a queda e também não ter reclamado de dores aos bombeiros, Josimar acabou morrendo antes de ser resgatado.

Para resgatar Josimar, foi preciso usar uma pá-carregadeira, que quebrou o silo e retirou os grãos, segundo a Polícia Civil.

O corpo foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) em Jardim para exame necroscópico. A Polícia Civil também fará perícia e investigará porque Josimar caiu no silo e se houve responsabilidade de alguém pelo acidente.

A informação é de que Josimar da Silva caiu quando limpava o silo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental de MS completa 32 anos e comemora o fim dos “coureiros”
SAÚDE
Saúde confirma quarta morte por dengue este ano em MS
SABORES
Na concorrência com Tastmade, amigas criam página com receitas para MS
LOTERIA
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 33 milhões
CIDADES
Município de MS que homenageia herói da Retirada da Laguna completa 81 anos
TURISMO
Sete destinos para se aventurar em Bodoquena no feriadão de abril
BONITO - MS
Prefeitura distribui 400 jogos de carteiras e novos uniformes em Bonito
SAÚDE E ALIMENTAÇÃO
Insônia, falta de ar e angústia: conheça os sintomas da intoxicação causada pelo café
EDUCAÇÃO
Enem 2018: espelhos da redação estão disponíveis para candidatos; veja correção
POLÍCIA
Garoto é investigado em MS após dizer que atiradores de Suzano deviam ter matado policiais