Menu
BANNER ANNA
sexta, 17 de janeiro de 2020
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Ministra defende instalação da Comissão da Verdade

17 Mar 2011 - 12h59Por Agência Brasil

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, afirmou hoje (17) que o esclarecimento sobre a circunstância e o destino dos corpos dos mortos e desaparecidos nos anos da ditadura militar não se trata de prioridade de governo ou parlamento, mas de toda a nação brasileira. Segundo ela, é grande o número de parentes que, até hoje, não sabe o que ocorreu com aqueles que lutaram pela restituição da democracia no país. “É uma dívida da nação com o povo brasileiro que não está sendo reconhecida”, disse a ministra defendendo a instalação de uma Comissão Nacional da Verdade.

Maria do Rosário minimizou qualquer divergência com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, e com os militares. Ela descartou que existam críticas de Jobim a sua conduta e ressaltou que o trabalho vem sendo feito conjuntamente. A ministra afirmou que o foco principal é a recuperação desse período histórico.

Quanto a eventuais resistências dos militares em abrirem os arquivos do período da ditadura, Maria do Rosário afirmou que as instituições das Forças Armadas, na atualidade, estão vocacionadas para a democracia. Ao Congresso, ela solicitou que o assunto seja debatido no ritmo que os parlamentares julgarem adequado. O projeto que institui a criação da Comissão da Verdade foi encaminhado ao Congresso em maio de 2010, véspera do início da disputa presidencial.

Ao participar de encontro na Comissão de Direitos Humanos do Senado, para discutir com representantes de vários segmentos da sociedade a política de direitos humanos do Executivo, Maria do Rosário também destacou a situação da família do ex-deputado Rubens Paiva (PTB), preso pela ditadura militar e desaparecido desde 1971.

“A nação recebeu sua vida [Rubens Paiva]. Agora, a nação recebe a luta de seus netos que querem saber o que ocorreu com Rubens Paiva e outros que morreram na luta pela democracia”, afirmou a titular de Secretaria de Direitos Humanos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prisão
Policiais prendem autor de homicídio foragido no Paraguai desde 2012
Fronteira
Jovem é ferida a tiros na fronteira e polícia acredita em crime passional
FUTEBOL
Vasco vira sobre Goiás e pegará o Grêmio nas quartas de final da Copa São Paulo
Mistério
Mulher sai em surto de motel e morre ao ter mal súbito na BR-262 em Campo Grande
PERTURBADOR
Áudio mostra conversa de pai e mãe combinando para estuprar filha de 7 anos
Último dia!
Matrículas para cursos técnicos integrados do IFMS terminam hoje
CRIMES
MS supera em 10 vezes média nacional de resolução de homicídios; Bonito está na lista
PISO SALARIAL
Governo federal anuncia aumento do piso dos professores
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia paraguaia destrói 11 hectares de maconha na fronteira de MS
ATÉ AGOSTO
Ministério da Justiça autoriza Força Nacional em Caarapó e em Dourados