Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 14 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Ministério Público Militar analisa 96 contratos do Exército com dispensa de licitação

2 Ago 2011 - 11h33Por Agência Brasil

 Ministério Público Militar (MPM) divulgou hoje (2) comunicado informando que está analisando 96 procedimentos com dispensa de licitação autorizadas Departamento de Engenharia e Construção (DEC) do Exército. De acordo com o MPM, há indícios de fraudes nos procedimentos licitatórios celebrados no convênio que o DEC fez com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) entre 2005 e 2009 para desenvolvimento de projetos de engenharia em rodovias.

O órgão também informa que, no dia 29 de junho último, o 2º Ofício da Procuradoria de Justiça Militar no Rio de Janeiro (PJM/RJ) ofereceu denúncia contra seis militares do Exército e nove civis por desvio de recursos públicos em licitações realizadas pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), em 2004 e 2005. “O prejuízo aos cofres públicos causados pelas irregularidades está orçado em R$ 11 milhões. Os envolvidos foram denunciados pela prática do crime de peculato”, segundo o comunicado, sem divulgar os nomes dos acusados.

O MPM também informa que dois dos oficiais denunciados pela PJM/RJ permaneceram com encargos relacionados a licitações após o término do convênio Dnit/IME, ocorrido em 2005 e que chefiaram o Centro de Excelência em Transportes (Centran), órgão criado em um novo acordo firmado entre o Exército Brasileiro e o Ministério dos Transportes.

Em reportagem divulgada no fim de semana, a Folha de S.Paulo noticiou que o comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, e mais sete generais viraram alvo de uma investigação da Procuradoria-Geral de Justiça Militar sob a suspeita de terem envolvimento em fraudes em obras feitas para o Dnit. O jornal também informa que foram encontrados indícios de fraude em 88 licitações feitas pelo Exército para executar obras do Ministério dos Transportes.

O MPM informa que, tão logo haja parecer sobre a análise dos contratos, tomará as devidas medidas legais referentes às licitações realizadas pelo convênio DEC/Dnit entre 2005 e 2009.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - AÇÕES DO GOVERNO
Totalmente pintada, nova ciclovia já é utilizada pela população e turista em Bonito (MS)
REUNIÃO NA CÂMARA - PARTIDO NOVO
Partido Novo convoca filiados e simpatizantes para reunião hoje na Câmara Municipal em Bonito (MS)
OPORTUNIDADES
Inscrições abertas para voluntários músicos no CBMMS
CIDADES
Mais dois veículos são autuados pela Agepan por transporte irregular de passageiros
BONITO - MS - MEIO AMBIENTE
Reunião com empresas debate 'poda' e 'corte' de árvores em Bonito (MS)
ASSASSINATO EM CIDADE DO MS
Estudante é assassinado a golpes de ferro de passar roupa e pedradas em cidade do MS
TEMPO E TEMPERATURA
Segunda-feira será de tempo aberto em Bonito
71 NOMES - PESQUISA PARA FEDERAL NO MS
PESQUISA: Veja a lista da pesquisa espontânea com 71 nomes na corrida para Federal no MS
POLÍTICA
'Vendo camisetas de Bolsonaro, mas não voto nele'
SAÚDE
Pessoas ansiosas são mais propensas a roer unhas e sofrer de bruxismo