Menu
mutantes
sbado, 23 de maro de 2019
ASSOMASUL MARÇO
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Ministério do Trabalho e Emprego qualifica 900 trabalhadores rurais no Estado

13 Set 2011 - 10h48Por Correio do Estado

Em parceria com a Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosu) e apoio do Governo do Estado de MS e Fundação do Trabalho (Funtrab-MS), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), atualizou trabalhadores da indústria sucroenergética por meio de cursos profissionalizantes em sete cidades do interior. Foram mais de 900 profissionais capacitados, recentemente, nas cidades de Brasilândia, Caarapó, Costa Rica, Dourados, Nova Andradina, Sidrolândia e Rio Brilhante.

Os cursos foram direcionados a trabalhadores rurais, sendo 70% deles oriundos de usinas e 30% da comunidade local. Mato Grosso do Sul é o primeiro Estado a executar o Plano Setorial de Qualificação – PlanSeQ Sucroalcooleiro de 2011, que teve início em maio deste ano e objetiva qualificar trabalhadores oriundos do setor sucroalcooleiro: “É importante incentivar e colaborar para ações como essa, que contribuem diretamente para o sucesso do segmento. A a mecanização oportuniza a qualificação de trabalhadores do setor para desempenharem novas funções, como aconteceu recentemente através dessa iniciativa do MTE”, comenta o presidente da Biosul, Roberto Hollanda.

Os cursos tiveram carga horária de 200 horas, sendo grande parcela destinada às atividades práticas. Todas as turmas foram preenchidas por cerca de 20 alunos, dentre pessoas que se interessam pelos cargos de eletricistas, operadores de máquinas agrícolas, operadores de colheitadeira, instrumentistas, tratoristas, operadores de cristalização na refinação de açúcar, operadores de processo e responsáveis por equipamento de destilação de álcool.

De acordo com informações da coordenadora pedagógica, Rosângela Quadrado, além da alta procura, os envolvidos se dão por satisfeitos: “Eles buscam rumos profissionais eficazes e de sucesso no mercado, e através da qualificação, isto torna-se possível, gerando renda, oportunidade e crescimento profissional”, garante.

No projeto do ano de 2012 está prevista a inclusão de novas cidades no interior de MS, incluindo a Capital Sul-mato-grossense. Nos primeiros sete meses de 2011, segundo dados do MTE, as cidades que receberam os cursos admitiram mais de 650 pessoas como tratoristas agrícolas, operadores de colheitadeira e outras áreas relacionadas ao cultivo da cana-de-açúcar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GREVE VINDO AÍ
Monitoramento mostra que caminhoneiros já se mobilizam para nova paralisação
BONITO - MS - AÇÃO NECESSÁRIA
Em Bonito, Defesa Civil e SAS removem moradores em Águas do Miranda
BONITO E JARDIM - MS
Governo estabelece regras para aprovação de projetos no Rio da Prata em Jardim e Formoso Bonito (MS)
GERAL
PM do Estado por meio do BOPE lançará edital para 2° Curso de Especialização em Negociação Policial
POLÍCIA
Para mulher reatar, homem envia foto com facão e filha de 2 anos no colo em MS
POLÍTICA
Tribunal vai julgar habeas corpus de Temer na próxima quarta-feira
CULTURA
Fundação de Cultura inaugura ‘Espaço Jorapimo’ com obras inspiradas em Lídia Baís
JUSTIÇA
Plenário do STF mantém exigências para porte de arma por juízes
MEIO AMBIENTE
“Objetivo é proteger mananciais”, diz Reinaldo sobre Rio da Prata e Formoso
NIOAQUE - MS
Lançado em 2015, Nioaque tem seu Vale dos Dinossauros ainda quase intocável