Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 15 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Ministério do Trabalho e Emprego qualifica 900 trabalhadores rurais no Estado

13 Set 2011 - 10h48Por Correio do Estado

Em parceria com a Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosu) e apoio do Governo do Estado de MS e Fundação do Trabalho (Funtrab-MS), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), atualizou trabalhadores da indústria sucroenergética por meio de cursos profissionalizantes em sete cidades do interior. Foram mais de 900 profissionais capacitados, recentemente, nas cidades de Brasilândia, Caarapó, Costa Rica, Dourados, Nova Andradina, Sidrolândia e Rio Brilhante.

Os cursos foram direcionados a trabalhadores rurais, sendo 70% deles oriundos de usinas e 30% da comunidade local. Mato Grosso do Sul é o primeiro Estado a executar o Plano Setorial de Qualificação – PlanSeQ Sucroalcooleiro de 2011, que teve início em maio deste ano e objetiva qualificar trabalhadores oriundos do setor sucroalcooleiro: “É importante incentivar e colaborar para ações como essa, que contribuem diretamente para o sucesso do segmento. A a mecanização oportuniza a qualificação de trabalhadores do setor para desempenharem novas funções, como aconteceu recentemente através dessa iniciativa do MTE”, comenta o presidente da Biosul, Roberto Hollanda.

Os cursos tiveram carga horária de 200 horas, sendo grande parcela destinada às atividades práticas. Todas as turmas foram preenchidas por cerca de 20 alunos, dentre pessoas que se interessam pelos cargos de eletricistas, operadores de máquinas agrícolas, operadores de colheitadeira, instrumentistas, tratoristas, operadores de cristalização na refinação de açúcar, operadores de processo e responsáveis por equipamento de destilação de álcool.

De acordo com informações da coordenadora pedagógica, Rosângela Quadrado, além da alta procura, os envolvidos se dão por satisfeitos: “Eles buscam rumos profissionais eficazes e de sucesso no mercado, e através da qualificação, isto torna-se possível, gerando renda, oportunidade e crescimento profissional”, garante.

No projeto do ano de 2012 está prevista a inclusão de novas cidades no interior de MS, incluindo a Capital Sul-mato-grossense. Nos primeiros sete meses de 2011, segundo dados do MTE, as cidades que receberam os cursos admitiram mais de 650 pessoas como tratoristas agrícolas, operadores de colheitadeira e outras áreas relacionadas ao cultivo da cana-de-açúcar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - NOVO SECRETÁRIO
Prefeito dá posse ao novo secretário de Meio Ambiente em Bonito (MS)
BONITO - MS - FERIADÃO MOVIMENTADO
Feriadão teve missa, romaria para Nossa Senhora e carreata 'BolsoRei' em Bonito (MS)
BONITO EM LAS VEGAS
Bonito (MS) participa do IMEX America 2018, em Las Vegas
DELAÇÃO PODE VIR A TONA
Beth Puccinelli ameaça deleção caso André não seja solto
AÇÃO DA PMA
PMA apreende rede e anzóis de galho nos rios Miranda e da Prata
RIO MIRANDA EM BONITO - MS
Em BONITO, Rio Miranda atinge nível de emergência e Imasul emite alerta a ribeirinhos
PRIMEIRO PESQUISA DO 2º TURNO
Pesquisa do 2º turno para governador do MS indica Reinaldo com 54%, veja números
BONITO - MS - E MAIS 56 CIDADES
BONITO e mais 56 cidades do MS em sinal de alerta para mais tempestades
EM CIDADE DO MS
Rapaz morre afogado enquanto nadava em lago de represa em cidade do MS
ELEIÇÕES 2018 - AÇÃO NA FRONTEIRA
Bolsonaro planeja implantar trabalho do DOF nas demais fronteiras do Brasil