Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
segunda, 18 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS

Ministério da Justiça libera arquivo nacional para familias de mortos e desaparecidos

25 Jul 2011 - 13h04Por Agência Estado

O Ministério da Justiça liberou totalmente o acesso ao Arquivo Nacional para doze representantes de perseguidos políticos e familiares de mortos e desaparecidos durante o regime militar. De acordo com o governo, o objetivo é identificar torturadores e assassinos da ditadura. O grupo que terá acesso aos documentos é formado por ex-ativistas políticos e parentes das vítimas.

O pedido de acesso foi feito ao ministro há cerca de um mês pela Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, uma entidade civil. O trabalho começará na próxima semana e não poderá sofrer nenhuma restrição por parte do Estado.

A decisão consta da Portaria 1.668, de 20 de julho de 2011, do ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, e foi publicada no Diário Oficial de quinta-feira (21).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Combate a hanseníase: Carreta da Saúde segue por MS e estaciona em Jardim
GERAL
Em MS, 54 mil trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar o PIS a partir de quinta-feira
POLÍCIA
PM cumpre dois mandados de prisão e recaptura um evadido do Sistema Prisional em Guia Lopes
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 35 pacotes de cigarros contrabandeados em Nioaque
BONITO - MS - SAÚDE
Projeto Roda-Hans/Carreta da Saúde atende amanhã em Bonito
GERAL
Municípios interessados em sediar eventos da Fundesporte devem apresentar propostas até 1º de março
DEFESA SANITÁRIA
Em MS, médicos veterinários cadastrados para coleta de mormo recebem capacitação
ESPORTES
FCMS e Fundesporte abrem inscrições para o primeiro curso de Arbitragem em Canoagem do MS
CULTURA
Músicos lamentam a morte de Dino Rocha, o Rei do Chamamé
CASO DE POLÍCIA NO MS
Em MS, adolescente de 16 anos se tranca em quarto e mata filha de 21 dias sufocada