AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 17 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
CLINICA_RITH
2 de Abril de 2011 13h44

Ministério altera calendário de vacinação para rebanhos em Mato Grosso do Sul

Midiamax

A vacinação dos rebanhos sul-mato-grossenses contra a febre aftosa teve alteração no calendário oficial, divulgado na sexta (1) pelo Ministério da Agricultura e Abastecimento. No Planalto a imunização deve ser feita durante o mês de maio. Já no Pantanal, os produtores podem escolher entre os períodos de 1 a 15 de maio ou 1 a 15 de novembro.

Anteriormente a vacinação tinha início previsto para ontem (1). As novidades levam em conta a mudança da classificação de Mato Grosso do Sul junto à OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), que reconheceu todo o estado como área livre da febre aftosa sem vacinação no último dia 4 de fevereiro.

Com o reconhecimento, a ZAV (Zona de Alta Vigilância) deixou de existir oficialmente, mas ainda assim a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) vai definir calendário próprio para as propriedades rurais que ficam na faixa de 15 quilômetros a partir da fronteira com o Paraguai e a Bolívia.

Segundo o Ministério, o único estado brasileiro que começou a vacinar o rebanho ontem foi Roraima. Neste ano, os investimentos para controlar a doença devem chegar a R$ 59 milhões e serão aplicados no apoio à manutenção e melhoria estrutural dos serviços veterinários, capacitação de pessoal, campanhas de vacinação estratégicas e trabalhos de educação sanitária.

No total, a previsão é destinar mais de R$ 93 milhões para a Saúde Animal.

Em 2010, a taxa de cobertura vacinal de bovinos e búfalos contra a doença alcançou 97,3%. Os Estados que registraram os melhores resultados na vacinação foram Mato Grosso, com 99,74%, Tocantins, com 99,52% e Mato Grosso do Sul, com 99,41% dos animais imunizados

Comentários
Veja Também
DROGÃO_BONITO_300_100
Últimas Notícias
  
CLÍNICA_RITH_300
dothshop
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.