Menu
KAGIVA
sexta, 14 de dezembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
UNIPAR_PC
BOLINHAS MAGNÉTICAS

Menino tem parte de intestino ‘retirado’ pelo umbigo após engolir piercing falso

7 Mar 2018 - 14h57Por 24 Horas News

Um menino de 13 anos teve seu intestino "puxado para fora" do corpo após engolir bolinhas magnéticas que utilizava na língua como um piercing falso. Harry Clark e sua colega Laila Palmer, que também engoliu o objeto, tiveram que passar por cirurgias em um hospital de Londres na última semana.

As crianças estavam na escola e decidiram brincar com as bolinhas magnéticas compradas na internet pela mãe da garota, utilizando-as como uma espécie de " piercing falso" . Entretanto, ao engoli-las sem querer, os dois tiveram que ser levados ao hospital para receber ajuda médica de emergência.

Laila foi a primeira a passar por uma cirurgia, tendo as bolinhas retiradas de seu intestino delgado. Já Harry sofreu um procedimento mais delicado, precisando retirar parte de seu intestino grosso pelo umbigo para que os médicos pudessem identificar o imã. As crianças receberam alta na segunda-feira (5), e se recuperam em suas casas.

Alerta
A mãe de Harry, Samantha Brinklow, de 34 anos, afirma que o filho retornou da escola avisando-a que havia engolido o objeto, assim como sua amiga, e que estava sentindo dores muito fortes no abdômen.

“Eu sabia que aquilo era perigoso. Dei laxante para o Harry, mas a situação só piorou, então decidimos levá-lo imediatamente para o hospital. Laila também foi, e os dois fizeram raio-x para identificar as bolinhas. Foi muito assustador quando vieram nos contar que eles precisavam de cirurgia”, relata ao Daily Mail .

Já a mãe de Laila, Safiya Palmer, de 32 anos, diz que, apesar de o rótulo do produto conter um alerta sobre os perigos de sua ingestão, não imaginava que a filha pudesse o colocar na boca. “Eu comprei um pacote dessas bolinhas, pois pensei que eram brinquedos educativos, paguei menos de R$ 30 no Ebay. Acho que esse produto deve ser tirado do mercado, representa uma ameaça enorme para a saúde das crianças”.

Escolas e hospitais também se posicionaram acerca do uso dos piercings magnéticos, afirmando que a nova moda entre os pré-adolescentes têm causado estragos irreversíveis a seus corpos.

A pediatra Sanja Besarovic, do Hospital East Yorkshire, alega que mais três casos semelhantes ocorreram nos últimos meses, o que evidencia como a cautela acerca desses objetos deve ser redobrada.

"Ambas as crianças se recuperaram bem após a cirurgia, mas a próxima pode não ter a mesma sorte. Os pais e as escolas devem estar cientes dessa 'nova onda' de utilizar bolinhas magnéticas como falso piercing, para que consigam alertar as crianças sobre seus riscos , especialmente se forem engolidas”, conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÊ ACREDITA - E NÃO É FAKE
Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase R$ 100 mil reais
LOTERIA
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
TEMPO E TEMPERATURA
Umidade do ar pode chegar a 30% nesta quarta-feira em MS
CIDADES
Servidores do MPMS poderão trabalhar de casa a partir do próximo ano
TRANSPORTES
Definida empresa que irá elaborar Plano Diretor de Passageiros de MS
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Atenção contribuinte: Sistema autorizador da NF-e valida novos códigos a partir de 2019
CIDADES
Operação que tem Aécio como alvo cumpre mandados em MS
CIDADES
Oficiais da PM de MS apontados como líderes da Máfia do Cigarro são condenados por corrupção
SABORES DO CERRADO
Frutas do cerrado: conheça as árvores que dão mais sabor ao nosso dia-a-dia
TEMPO E TEMPERATURA EM MS
2018 registra recordes de acúmulo de chuva; em dezembro deve cair mais água