Menu
KAGIVA
tera, 21 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Médicos dizem na Assembléia Legislativa que remuneração "chegou a nível insuportável"

18 Abr 2011 - 16h37Por Portal ALMS

A falta de reajustes reais dos honorários médicos e a interferência direta dos planos de saúde, na liberdade de solicitação de exames para procedimentos diagnósticos e tratamento, foram os problemas mais graves apresentados pela Sogomat-Sul (Associação de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul), durante audiência pública realizada na tarde desta quinta-feira (7/4), na Assembleia Legislativa.

De acordo com Alex Bortotto Garcia, diretor da Sogomat-Sul, a redução dos ganhos da categoria chegou a nível insuportável. “Tanto que existem muitos médicos fechando seus consultórios por falta absoluta de condições financeiras para manter despesas com seu faturamento mensal de consultas”, afirmou.

Para Maristela Vargas Peixoto, coordenadora do Movimento de Defesa dos Profissionais e Honorários Médicos dos Ginecologistas e Obstetras de MS, a população é a mais afetada com essa situação. “A qualidade dos serviços médicos piora gradativamente. A medida em que os médicos deixam de se reciclarem, a população sofre com tratamentos desatualizados”, disse.

Médicos doentes - Maria Auxiliadora Budib, presidente da Sogomat-Sul, fez um alerta sobre a sobrecarga de trabalho. “Os médicos estão doentes. Enfrentamos jornadas triplas de trabalho e excesso de plantão. A tensão diária é maior em nossa profissão por conta da responsabilidade de uma vida sobre as nossas mãos”, desabafou.

Os representantes da Sogomat-Sul pediram apoio e compreensão da população na luta por melhores remunerações e condições de trabalho. “De outra forma, a sociedade continuará a perder profissionais de alta qualidade, com o nosso descredenciamento gradativo dos convênios e, consequentemente, passaremos a cobrar nossos horários de forma particular, como já ocorreu no passado', concluiu Bortotto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE - ADOLESCENTE MORTO
Adolescente de 13 anos morre após ser atingido por tampa de caçamba de caminhão
AGENDA DOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO MS
Lançamentos de comitês e caminhadas marcam terça-feira de campanha no MS
POLÍTICA
Justiça Eleitoral de MS cria ferramenta na internet para receber denúncias
SAÚDE EM FOCO
Colangite biliar primária, a doença do fígado que causa coceira e fadiga
ESPORTES
Copa Pantanal de vôlei define campeões do máster feminino e masculino nesta 4ª
AVIAÇÃO
Empresa encerra atuação e voos entre Campo Grande e Assunção são extintos
POLÍTICA
Ibope divulga 1ª pesquisa após registro de candidatos a presidente
INTERNACIONAL
Nasa informa que a lua tem dois depósitos de gelo
BONITO - MS - VACINAÇÃO ATÉ DIA 31
Após dia D, crianças podem ser vacinadas até 31 de agosto em Bonito (MS)
PROPAGANDA ANTECIPADA
Juiz rejeita recurso e mantém multa de R$ 31,5 mil a Odilon por uso de outdoors