AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 18 de Novembro de 2017
DELPHOS_FULL
15 de Setembro de 2017 09h40

Mato Grosso do Sul registra queda de 6,1% nos abates

DA REDAÇÃO

Mato Grosso do Sul registrou queda de 6,1% no abate de bovinos no segundo trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, recuando de 879,41 mil para 825,43 mil animais abatidos.

As informações são da Pesquisa Trimestral de Abates, divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, 15 estados tiveram redução em abates no período, contribuindo para pressionar o resultado nacional.

No segundo trimestre de 2017, foram abatidos no País 7,42 milhões de cabeças de bovinos, quantidade 0,3% maior que a registrada no trimestre imediatamente anterior e 3,1% menor que a do 2º trimestre de 2016. 

De acordo com o IBGE, as quedas mais intensas ocorreram em Mato Grosso (-81,95 mil cabeças), Rondônia (-56,52 mil cabeças), Mato Grosso do Sul (-53,98 mil cabeças), Pará (-43,48 mil cabeças) e Maranhão (-17,81 mil cabeças).

Já os maiores aumentos foram no Rio Grande do Sul (23,71 mil cabeças), Paraná (22,92 mil cabeças), Minas Gerais (17,13 mil cabeças), Rio de Janeiro (8,76 mil cabeças) e Santa Catarina (6,78 mil cabeças). Mato Grosso continua liderando o abate de bovinos, com 14,5% da participação nacional (1,15 milhão de abates), seguido por Mato Grosso do Sul (11,1%) e Goiás (10,6%, ou 784,35 mil abates).

OUTROS ABATES

Em contrapartida, os abates de suínos em Mato Grosso do Sul tiveram crescimento de 5,6% no segundo trimestre deste ano, passando de 367,28 mil para 386,75 mil animais, apontou o IBGE, contribuindo para impulsionar as estatísticas nacionais.

Conforme a pesquisa trimestral, foram abatidos 10,62 milhões de cabeças de suínos no País, o melhor resultado para este período do ano desde 1997, quando foi iniciado o levantamento. O número corresponde a um aumento de 1,3% em relação ao primeiro trimestre do ano e de 0,2% na comparação com o 2º trimestre de 2016.

Em se tratando dos abates de aves, o Estado apresentou crescimento de 0,8% no período, com 371,07 mil animais a mais abatidos no segundo trimestre deste ano em relação a 2016. De acordo com o levantamento, foram 42,57 milhões de cabeças abatidas neste ano no Brasil, diante do mesmo período do ano passado (42,25 milhões). 

No País, os resultados foram inversos: o abate de frangos recuou no trimestre e no ano. No 2º trimestre de 2017, foi abatido 1,43 bilhão de cabeças de frangos, número que representa queda de 4% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 4,5% na comparação com o mesmo período de 2016, em decorrência de quedas na produção em 13 das 24 unidades da Federação analisadas. 

LEITE

Quanto à aquisição de leite, Mato Grosso do Sul apresentou queda em desempenho no segundo trimestre de 2017, no comparativo com o mesmo período do ano passado. O volume do produto foi 28,5% menor que o de 2016 (36,84 milhões), alcançando 26,33 milhões de litros. 

Conforme os dados nacionais, no 2º trimestre de 2017, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária foi de 5,64 bilhões de litros.

Esse volume foi 3,7% menor que o registrado no trimestre imediatamente anterior e 8% maior que o alcançado no mesmo trimestre em 2016.

De acordo com a Pesquisa Trimestral do Couro do IBGE, a quantidade de peças inteiras de couro cru adquiridas pelos curtumes do Estado teve redução de 11,7% e saiu de 1,14 milhão, no segundo trimestre de 2016, para 1 milhão de unidades no mesmo período deste ano. 

No País, os estabelecimentos indagados pelo estudo declararam ter recebido 8,23 milhões de peças inteiras de couro cru de bovino, no segundo trimestre deste ano. Essa quantidade foi 1,2% menor que a registrada no trimestre imediatamente anterior e 4,8% menor que a registrada no 2º trimestre de 2016.

Comentários
Veja Também
conde_foto
Últimas Notícias
  
bonito_celular
AGÊNCIA_SUCURI_LATERAL
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.