Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 16 de julho de 2018
KAGIVA
Busca
CASO JULGADO

Marido é condenado por matar esposa e terá que pagar multa de R$ 100 mil a sogros

5 Ago 2017 - 08h40Por DA REDAÇÃO

Em decisão inédita em Mato Grosso do Sul, um homem de 40 anos, condenado pelo feminicídio da esposa, terá que pagar indenização de R$ 100 mil para os pais da vítima. O crime foi em março de 2017, em Dourados, o julgamento foi na quinta-feira (3).

O réu foi condenado a 17 anos e 6 meses de reclusão e ao pagamento de indenização por danos morais aos sogros. O julgamento foi no Plenário do Tribunal do Júri de Dourados, segundo divulgado pelo Ministério Público Estadual (MP-MS) nesta sexta-feira (4).

A indenização por danos morais é considerada inédita em Mato Grosso do Sul em casos de feminicídio, conforme o MP. A jovem tinha 18 anos quando foi morta com golpes de barra de ferro.

Consta na acusação que o réu matou a esposa por motivo considerado torpe, pelo sentimento de posse, pelo fato da vítima sair de casa por vontade própria, sem a permissão do réu.

Ainda conforme o MP, o réu utilizou recurso que dificultou a defesa da vítima ao atacar a vítima enquanto ela andava por uma rua da cidade na noite de domingo, 26 de março. A condição de sexo feminino da vítima e por ser companheira do acusado na época do crime também foi considerada na acusação.

Sete jurados integraram o Conselho de Sentença que condenou o réu a 17 anos e 6 meses de reclusão. Ele, atualmente, está preso.

Além da indenização por danos morais, o réu também foi condenado a pagar 20% do salário mínimo, mensalmente, até a data em que a vítima atingiria 65 anos.

O juiz César de Souza Lima, da 3ª Vara do Tribunal do Júri, fixou a pena base acima do mínimo legal em 18 anos de reclusão e considerou a confissão do réu como atenuante, por isso, a pena foi diminuída em 6 meses, totalizando 17 anos e 6 meses em regime fechado.

Crime

A vítima de 18 anos foi morta no dia 26 de março de 2017, por volta das 22h (de MS), pelo marido. Ela foi atingida por dois golpes de uma barra de ferro desferidos pelo marido, com quem convivia há cerca de 4 anos. A jovem chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital da Vida.

Conforme o MP, a relação entre a vítima e o réu "era abusiva, nutrida pelo sentimento de posse e com histórico de brigas e agressões, em total desrespeito à condição de pessoa do sexo da vitimada".

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVISÃO É DE MAIS FRIO
Nova onda de frio chega no dia 20 e sensação térmica fica abaixo de 0ºC
NOVA ALVORADA DO SUL -
Homem morre dentro de carro que caiu em represa em Nova Alvorada do Sul
DOURADOS - CASO DE POLÍCIA
Casal recusa sair com amigo e ele, enfurecido, atropela os dois em Dourados
OPORTUNIDADES DE EMPREGOS
Prefeitura do MS abre inscrições para o concurso público nesta segunda-feira
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
MIRANDA - MS - MTB
Miranda recebe 3º Desafio Pantanal Aventura de mountain bike em setembro
NATUREZA PURA
VÍDEO: pescador é surpreendido por sucuri gigante durante pesca no Aquidauana
CULTURA
Banda Municipal de Bonito apresenta-se em Bela Vista
ENTRETENIMENTO
Camila Pitanga viaja para Bonito: 'energias renovadas'
BONITO - MS - MAIS CASAS
Governo do Estado entregará 87 casas do loteamento Lago Azul nesta terça em Bonito (MS)