AGÊNCIA_SUCURI_MEGA_BI
Bonito Informa - Notícias de Bonito e região
Bonito, 20 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
CLINICA_RITH
11 de Maio de 2011 08h54

Marcos pede perdão por goleada em Curitiba e defende Palmeiras

Globo Esporte

Principal ídolo da torcida do Palmeiras, o goleiro Marcos foi o primeiro a dar entrevistas desde a derrota por 6 a 0 para o Coritiba, na quinta-feira, pela Copa do Brasil. Nesta terça, véspera do jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, o camisa 12 confirmou que vai a campo e aproveitou o momento para pedir desculpas à torcida palmeirense. Falando em nome do elenco, Marcos fez uma espécie de pronunciamento para tentar apagar o princípio de incêndio que tomou conta da Academia de Futebol após a goleada.

- Primeiro, quero pedir perdão ao torcedor do Palmeiras pela vergonha que fizemos eles passarem. Nos sentimos humilhados depois de uma atuação medíocre de todos os jogadores. Agora temos de aguentar as manifestações, gozações, porque o jogo foi realmente horrível. Não tem preço que pague a humilhação que nós sofremos. Em nome do grupo, peço perdão - disse o camisa 12.

Marcos é tratado como o responsável para manter a união do grupo no momento difícil. Tanto que ele trata de apagar insinuações a respeito de brigas no elenco. O volante Marcos Assunção, por exemplo, seria alvo de insatisfação de outros jogadores. Um deles, que não foi identificado, falou em entrevista ao jornal "Marca Brasil" que Assunção conversa muito com a diretoria e passa informações sobre a equipe.

- Esse negócio de jogador que o considera traíra não existe. É um cara bom profissional, de muito bom caráter. Se alguém disse isso, posso afirmar que todos os outros do elenco não compartilham da opinião. Ele não merece ficar com fama de traíra, é um dos que mais ajuda os moleques - defendeu Marcos.

O goleiro garante que não irá mudar sua postura, cobrando bastante e também dando declarações fortes. Em Curitiba, Marcos reclamou bastante do time - sempre se incluindo entre os culpados -, e suas declarações assustaram os mais jovens do elenco.

- Nem vou prometer nada porque não vou ficar tranquilo. O pessoal pode pensar tudo de mim, que dou entrevista polêmica, mas nunca dei entrevista por trás de ninguém. Se eu falar besteira, não preciso me esconder. Não sou traíra de falar pelas costas de alguém. E quando eu critiquei o time, jamais tirei meu corpo fora, também sei dos meus erros - analisou Marcos.

Nesta quarta-feira, às 21h50m, no jogo de volta contra o Coxa, Marcos confirmou que será titular. Em nome da dignidade do Palmeiras, ele fala em, pelo menos, conseguir uma vitória. Para se classificar, o time precisaria golear por sete gols de diferença.

Comentários
Veja Também
ANUNCIE AQUI
Últimas Notícias
  
bonito_celular
DROGÃO_BONITO_300_100
dothCom © Copyright BonitoInforma - Todos os Direitos Reservados.