Menu
mutantes
tera, 19 de maro de 2019
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
MAIOR TATU DO MUNDO É DO MS

Maior tatu do mundo surpreende biólogos em trilha no MS

Maior tatu do mundo surpreende biólogos em trilha no MS

20 Dez 2018 - 21h38Por Giulia Bucheroni, Terra da Gente

Se na natureza existisse uma loteria, o premiado do mês seria o biólogo Murillo Couto: durante um estudo de impacto ambiental em Ribas do Rio Pardo (MS), Murillo e a bióloga Claudenice Faxina encontraram dois tatus-canastra, espécie extremamente rara e difícil de ser avistada.

Animais de vida livre, os indivíduos se aproximaram dos pesquisadores e literalmente “posaram” para as fotos. “Estávamos registrando as aves da região quando escutamos um animal se aproximando. Sugeri à minha colega que nos abaixássemos e ficássemos em silêncio. Os animais saíram de dentro do mato e caminharam em nossa direção”, conta.

Mesmo surpreso com a aproximação e com a possibilidade de observar os animais em plena luz do dia, o biólogo aproveitou o minuto que teve ao lado dos tatus para registrá-los em foto e vídeo.

 
Proximidade com o animal garantiu uma Proximidade com o animal garantiu uma

Proximidade com o animal garantiu uma "selfie" única — Foto: Murillo Couto/VC no TG

“Sem dúvida esse foi um dos flagrantes mais emocionantes. Existem vários pesquisadores que trabalham para a preservação dessa espécie e a chance de encontrar esses animais é muito pequena, ainda mais porque possuem hábitos noturnos”, diz.

A possibilidade de observar dois indivíduos juntos também surpreendeu Murillo. “Além do registro, outra surpresa foi encontrar dois exemplares caminhando juntos, considerando que se trata de uma espécie solitária”, completa.

 
Considerado o maior tatu do mundo, o animal chega a medir 1,5 metros — Foto: Murillo Couto/VC no TGConsiderado o maior tatu do mundo, o animal chega a medir 1,5 metros — Foto: Murillo Couto/VC no TG

Considerado o maior tatu do mundo, o animal chega a medir 1,5 metros — Foto: Murillo Couto/VC no TG

REGISTRO RARO

De acordo com Arnaud Desbiez, presidente do ICAS - Instituto de Conservação de Animais Silvestres, o registro é inusitado, pois o tatu-canastra é um animal extremamente raro, mesmo que a ocorrência da espécie em Ribas do Rio Pardo (MS) seja comum.

“É difícil vê-lo por ser uma espécie estritamente noturna. A hipótese mais provável é que com as fortes chuvas a toca tenha sido inundada e eles foram obrigados a sair”, diz Arnaud, que explica o fato dos indivíduos estarem em dupla.

“A espécie é solitária, pois vive em territórios muito grandes com pouca sobreposição. Os animais só ficam aos pares no acasalamento, quando o macho passa alguns dias com a fêmea, e no período reprodutivo, quando a mãe acompanha o filhote”, diz.

 
O tatu-canastra se orienta pelo olfato, já que não é capaz de enxergar — Foto: Murillo Couto/VC no TGO tatu-canastra se orienta pelo olfato, já que não é capaz de enxergar — Foto: Murillo Couto/VC no TG

O tatu-canastra se orienta pelo olfato, já que não é capaz de enxergar — Foto: Murillo Couto/VC no TG

Quanto à aproximação com os biólogos, Arnaud destaca a dificuldade dos tatus em enxergar. “Eles não enxergam nada, mas possuem um olfato muito apurado. Nesse caso, provavelmente, o vento estava batendo em direção oposta, camuflando os biólogos”, completa.

O presidente do ICAS evidencia os registros pela raridade em encontrar a espécie livre na natureza. “Considerado vulnerável, o tatu-canastra é muito ameaçado pelo desmatamento, perda de habitat, atropelamento nas rodovias, fogo e, às vezes, caça”, diz.

O MAIOR TATU DO MUNDO

O tatu-canastra (Priodonte maximus), conhecido também como tatu gigante, pode chegar a medir 1,5 metro de comprimento e pesar 60 quilos, equivalente ao tamanho e peso aproximados de uma criança de 13 anos.

Capaz de construir tocas com mais de 40 centímetros de largura e 30 centímetros de altura, a espécie é considerada “engenheira do ecossistema” já que, com as escavações, é capaz de alterar o ambiente e criar novos habitats.

 
O tatu-canastra é espécie típica do Cerrado, mas pode ser encontrada em outros biomas — Foto: Murillo Couto/VC no TGO tatu-canastra é espécie típica do Cerrado, mas pode ser encontrada em outros biomas — Foto: Murillo Couto/VC no TG

O tatu-canastra é espécie típica do Cerrado, mas pode ser encontrada em outros biomas — Foto: Murillo Couto/VC no TG

Característico do Cerrado, o tatu-canastra também pode ser encontrado em outros biomas do Brasil e da América Latina como Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica, mas a ocorrência é muito rara.

Os jovens da espécie são potenciais presas de onças-pardas e onças-pintadas, já os adultos dificilmente são predados, pois a forte carapaça os protegem.

No cardápio do tatu-canastra constam predominantemente cupins e formigas.

Registro em vídeo mostra o encontro com os tatus:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
--:--/--:--
 
 
 
 
 
 

Biólogos registram de perto maior tatu do mundo

Deixe seu Comentário

Leia Também

GOVERNO DO ESTADO
Entenda o Programa de Desligamento Voluntário que será votado pela Assembleia Legislativa
MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental de MS completa 32 anos e comemora o fim dos “coureiros”
EMPREGOS E CONCURSOS
Processo seletivo para formação de sargentos da FAB encerra inscrições nesta terça-feira
CIDADES
Beneficiários do BPC têm direito a desconto na conta de energia elétrica
TEMPO E TEMPERATURA
Fim do Verão mantém tempo instável em Mato Grosso do Sul
LAMA ASFÁLTICA - CONDENADO
Giroto é condenado a quase 10 anos de prisão em primeira sentença da Lama Asfáltica
CIDADES
Projetos sociais de atenção à diversidade sexual são desenvolvidos em presídios de MS
POLÍTICA
Marun se reúne na terça com diretor da Itaipu Paraguai para tratar de ponte em Murtinho
MEIO AMBIENTE
Plantio de seringueira é novo atrativo do setor florestal em Mato Grosso do Sul
GERAL
Detran-MS inicia primeiro leilão do ano com veículos para circulação