Menu
KAGIVA
tera, 16 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
MS - Judiciário

Magistrados da Justiça estadual em MS vão receber auxílio-alimentação

24 Jan 2012 - 07h40

Magistrados da Justiça estadual em Mato Grosso do Sul terão direito a receber 5% do subsídio a título de auxílio-alimentação. A medida foi publicada em resolução no Diário Oficial da Justiça na última sexta-feira (20), e se estende a 172 juízes e 30 desembargadores.

O valor do benefício varia entre R$ 930,50 e R$ 1.205,88, de acordo com a tabela de subsídios para membros da magistratura, referente a fevereiro de 2010. O auxílio não poderá ser tributado e nem incorporado ao subsídio dos magistrados. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça (TJ-MS), o impacto no orçamento do judiciário será de R$ 225 mil por mês com os pagamentos.

A concessão do auxílio-alimentação segue uma decisão do Conselho Nacional de Justiça, proferida em junho de 2011, que determinou a simetria das vantagens funcionais entre integrantes da magistratura e do Ministério Público. Uma lei estadual promulgada em dezembro do ano passado também regula o benefício.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - OBRAS E MELHORIAS
BONITO: Agesul e prefeitura concluem revitalização de mais de 70 KM da estrada vicinal da La Lima
ELEIÇÕES PARA PRESIDENTE
Bolsonaro lidera em 4 regiões; Haddad está na frente no Nordeste, VEJA OS GRÁFICOS
LUTO NA TV
Aos 78 anos, morre o jornalista Gil Gomes
TRAGÉDIA
Menina de 2 anos é atropelada na garagem de casa quando mãe dava ré no carro, em Campo Grande
APOIO À REINADO AZAMBUJA
Deputado do MDB reúne prefeitos, vereadores e lideranças de MS em apoio à Reinaldo Azambuja
BONITO - MS
Conhecimento e muita diversão marcaram o 7° Acampamento do Instituto Mirim Ambiental de Bonito
DESAPARECEU
Servidora pública com depressão desaparece e preocupa família
PESQUISA IBOPE PARA PRESIDENTE
IBOPE: Para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
BONITO - MS - RIO MIRANDA
Em Bonito, Rio Miranda volta ao nível normal e Defesa Civil monitora as regiões mais afetadas
MUNDO DA TV
Com paralisia, Liminha segue internado e sem previsão de alta