Menu
sexta, 23 de agosto de 2019
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO
Brasil - Economia

Lista suja do trabalho escravo tem número recorde de infratores

5 Jan 2012 - 16h15Por Agencia Brasil

 

Cinquenta e duas empresas e pessoas físicas foram incluídas pelo Ministério do Trabalho e Emprego na lista suja do trabalho escravo, que passa a contar com 294 nomes. Dois foram retirados por terem comprovado o cumprimento de todos os requisitos para a exclusão do nome. O número é recorde para a lista, que começou a ser feita em 2004 pelo ministério. O levantamento, um cadastro de pessoas físicas e jurídicas flagradas explorando mão de obra escrava,  foi criado para coibir a prática no país.

Os nomes que passam a fazer parte da lista ficam impedidos de obter empréstimos em bancos oficiais e entram na lista das empresas integrantes da cadeia produtiva do trabalho escravo no Brasil. O cadastro é usado pelas indústrias, pelo varejo e por exportadores para a aplicação de restrições e para não permitir a comercialização dos produtos oriundos do trabalho escravo.

A lista é atualizada a cada seis meses e os nomes são mantidos por dois anos. Se o empregador não for flagrado novamente e pagar os salários dos trabalhadores, o registro é excluído. A inclusão do nome ocorre após decisão administrativa, com base no auto de infração feito pela fiscalização do trabalho, em que tenham sido identificados trabalhadores submetidos ao trabalho escravo.

Os nomes inseridos na lista suja estão no endereço eletrônico do Ministério do Trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MIRANDA - NOVAS ELEIÇÕES
Miranda já vive clima de eleição e dois nomes já são cotados para a disputa
CIDADE DO MS EM ALERTA
Onda de suicídios deixa cidade de MS em alerta, Jovem é encontrado morto
BONITO - MS - LOTES NO ÁGUAS DO MIRANDA
Em Bonito (MS), Prefeitura auxilia regularização de lotes em Águas do Miranda
BONITO - MS - VISTORIA
DEMTRAT inicia vistoria de veículos de transporte turístico em Bonito (MS)
Bonito
A 100km de Bonito, motociclista flagra onça em rodovia
Policial
Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bilhões
Cidades
Em 8 meses, polícia captura 5ª iguana em residências de cidade do MS
CRUELDADE
Bandidos encapuzados invadem casa, roubam e agridem idosos em MS
FLAGRA
A CASA CAIU: mulher flagra mensagens de marido e quebra imóvel em Bonito (MS)
FATALIDADE
Pedestre é atropelada por carro e morre em avenida de MS