Menu
ITALÍNEA DOURADOS
segunda, 15 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Lei quer proibir caixas de empacotarem produtos

22 Jul 2011 - 10h28Por Correio do Estado

Os supermercados poderão ficar proibidos de obrigar operadores de caixa a exercer a função de empacotador. Um projeto de lei nesse sentido – Lei nº 353/11 – tramita em caráter conclusivo na Câmara, informa Idelmar da Mota Lima, presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande – SEC/CG.

“Esse problema de dupla função dos caixas em supermercados é muito sério pois não se trata de uma simples tarefa, já que implica na saúde do empregado que pode contrarir problemas sérios de coluna devido à dificuldade de empacotar mercadorias do mesmo local do caixa, sempre apertado”, justifica Idelmar que preside também a Federação dos Empregados no Comércio e Sereviços de Mato Grosso do Sul – Fetracom e é diretor na CNTC (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio).

Idelmar informou que as entidades que representam os comerciários em todo o Brasil estão na maior expectativa da aprovação dessa lei de autoria do deputado Vicentinho (PT-SP).

O texto, segundo Idelmar, obriga ainda o estabelecimento a colocar à disposição dos consumidores um serviço de empacotamento. Caso seja aprovada, a lei prevê multa de pouco mais de R$ 500 por empregado encontrado acumulando as funções, valor esse que será dobrado em caso de reincidência.

O projeto determina ainda a fixação de cartazes em local visível, comunicando o serviço de empacotamento, sob pena de multa de cerca de R$ 200 para quem não cumprir a determinação. Idelmar diz que as grandes redes de supermercados e similares desrespeitam o trabalhador e o consumidor ao obrigar caixas a acumularem função de empacotador, criando uma espécie de funcionário "dois por um".

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO – Outro projeto que os comerciários acompanham de perto no Congresso Nacional diz respeito à regulamentação da profissão. Com essa lei problemas dessa natureza (dupla função) vão acabar. Hoje, no comércio lojista, por exemplo, é comum vendedores serem obrigados a efetuar a limpeza das lojas depois do expediente.

A CNTC e a FETRACOM/MS têm somado força com outras entidades no País para acelerar a tramitação dessas duas matérias no Congresso Nacional. As entidades que representam os comerciários têm o apoio das centrais sindicais nessa luta por melhores condições de trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÃO DA PMA
PMA apreende rede e anzóis de galho nos rios Miranda e da Prata
RIO MIRANDA EM BONITO - MS
Em BONITO, Rio Miranda atinge nível de emergência e Imasul emite alerta a ribeirinhos
PRIMEIRO PESQUISA DO 2º TURNO
Pesquisa do 2º turno para governador do MS indica Reinaldo com 54%, veja números
BONITO - MS - E MAIS 56 CIDADES
BONITO e mais 56 cidades do MS em sinal de alerta para mais tempestades
EM CIDADE DO MS
Rapaz morre afogado enquanto nadava em lago de represa em cidade do MS
ELEIÇÕES 2018 - AÇÃO NA FRONTEIRA
Bolsonaro planeja implantar trabalho do DOF nas demais fronteiras do Brasil
BRASILEIRA EXECUTADA
Brasileira dona de escritório contábil é executada com 9 tiros de pistola na fronteira com MS
A FAZENDA 10 - ELIMINAÇÃO
Ana Paula Renault é eliminada de A Fazenda 10, VEJA COMO FOI
ROTA 262 - CORUMBÁ - MS
Rumo a Corumbá: 262 é rota da chipa, jacaré pego à unha e a doce prosa
BALANÇO DOS ACIDENTES
Dez crianças morreram e 37 ficaram inválidas após acidentes em MS neste ano