Menu
ITALÍNEA DOURADOS
domingo, 16 de dezembro de 2018
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC

Lei estadual proíbe cobrança de taxa para acompanhantes assistirem parto

26 Ago 2011 - 08h44Por Bonito Informa/Correio do Estado

A partir desta quinta-feira está proíbida a cobrança de qualquer taxa para pais ou acompanhantes presenciarem o parto no centro obstétrico das maternidades particulares do Estado.

O governador André Puccinelli sancionou lei de autoria do deputado estadual Paulo Duarte (PT), com justificativa de que a gestante tem livre escolha para decidir quem irá acompanhar o parto.

A multa para quem descumprir a lei pode chegar até R$ 79.450 em caso de reincidência. Já para a saúde pública, existe uma lei federal que permite à gestante escolher quem irá acompanhá-la no centro obstétrico para o parto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO DA MÚSICA
Jorge e Mateus vivem clima tenso e se evitam nos bastidores dos shows
PREVISÕES PARA 2019
Vidente faz previsões chocantes sobre casal “Brumar” e Simone e Simaria
BONITO - MS - MEDIDAS TOMADAS
Governo de MS adota medidas de contenção de erosão para preservar os rios de Bonito
BONITO - MS - HOMENAGEADO
Gruta do Lago Azul era para dar tiro e fazer churrasco, conta guia pioneiro de Bonito (MS)
GOVERNO DO MS - CONQUISTA
Com 86% das metas cumpridas, Reinaldo se reúne com eleitos e traça projetos para 2019
BONITO - MS - RÉVEILLON 2019 -
Prefeitura divulga regulamento sobre as festividades do Réveillon 2019 em Bonito (MS)
CORPO ENCONTRADO EM RIO DE MS
Bombeiros localizam o corpo do homem que sumiu na pescaria em MS
BONITO - MS - NOVA DIRETORIA DA OAB
Nova diretoria da 23ª subseção da OAB de Bonito toma posse
RIO DA PRATA DE VOLTA
'Clareza' do Rio da Prata aparece e semana é marcada por audiência e clamor popular em Bonito (MS)
DUAS MORTES POR RAIOS NO MS
Tempestade surpreende e dois morrem atingidos por raios em MS