Menu
ITALÍNEA DOURADOS
tera, 16 de outubro de 2018
KAGIVA
Busca

Lei estadual proíbe cobrança de taxa para acompanhantes assistirem parto

26 Ago 2011 - 08h44Por Bonito Informa/Correio do Estado

A partir desta quinta-feira está proíbida a cobrança de qualquer taxa para pais ou acompanhantes presenciarem o parto no centro obstétrico das maternidades particulares do Estado.

O governador André Puccinelli sancionou lei de autoria do deputado estadual Paulo Duarte (PT), com justificativa de que a gestante tem livre escolha para decidir quem irá acompanhar o parto.

A multa para quem descumprir a lei pode chegar até R$ 79.450 em caso de reincidência. Já para a saúde pública, existe uma lei federal que permite à gestante escolher quem irá acompanhá-la no centro obstétrico para o parto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOIO À REINADO AZAMBUJA
Deputado do MDB reúne prefeitos, vereadores e lideranças de MS em apoio à Reinaldo Azambuja
BONITO - MS
Conhecimento e muita diversão marcaram o 7° Acampamento do Instituto Mirim Ambiental de Bonito
DESAPARECEU
Servidora pública com depressão desaparece e preocupa família
PESQUISA IBOPE PARA PRESIDENTE
IBOPE: Para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%
BONITO - MS - RIO MIRANDA
Em Bonito, Rio Miranda volta ao nível normal e Defesa Civil monitora as regiões mais afetadas
MUNDO DA TV
Com paralisia, Liminha segue internado e sem previsão de alta
ENTRETENIMENTO
Na reta final de “Sol”, Remy descobrirá que é tio da Karola
ANIMAIS COM VONTADE DE VIVER
Cachorro com câncer anda em balão, toma sorvete e acampa
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Caravana da Saúde salvou e continuará salvando vidas, diz Reinaldo Azambuja
VENDAVAL NO MS
Vendaval destelha barracão e danifica máquinas agrícolas em fazenda