Menu
KAGIVA
quinta, 16 de agosto de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Justiça proíbe descontos aos trabalhadores em greve dos Correios

27 Set 2011 - 12h17Por Assessoria/DA

O Sindicato de João Pessoa (PB), conseguiu liminar, através de uma ação civil pública, contra o desconto dos dias parados dos trabalhadores que aderiram a greve dos Correios.

Na sentença em favor dos trabalhadores, o juiz determina que" A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, se abstenha de efetuar descontos junto ao salário dos trabalhadores em razão da greve, refazendo as folhas de pagamento a fim de que sejam desfeitos os descontos ilegais, sob pena de multa R$ 300 mil ao fundo de amparo ao trabalhador".

Determinou também a devolução imediata dos valores caso já tenham sido descontados, conforme aparece nos contracheques postados na intranet da Empresa.

O Sindicato do Rio já entrou com ação similar pedindo a suspensão dos descontos. Ainda hoje o Secretário Geral do Sintect/RJ, o coordenador da CTB Correios, Marcos Santáguida, o Presidente Estadual da CTB do Rio, Maurício Ramos, se reunirão em São Paulo com o Presidente Nacional da CTB,e o Secretário Geral do Sintect São Paulo, em busca da abertura de um canal de negociação para a greve em andamento. Amanhã nova assembléia está marcada para as 11 hs no Centro da capital do Rio de Janeiro.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Com fim da hegemonia da TV, internet pode ser decisiva nestas eleições
POLÍTICA
TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro
BONITO - MS - ATENÇÃO MÃES
Dia 'D' contra poliomielite e sarampo será neste sábado em Bonito (MS)
MEIO AMBIENTE - JARDIM E BONITO
A condenação do rio da Prata, essencial para a biodiversidade em Jardim e Bonito (MS)
LOTERIA
Sul-mato-grossense ganha R$ 1 milhão na loteria da Caixa
STOCK CAR 2018
Bons retrospecto em MS anima pilotos da Cavaleiro Sports
CASO DE POLÍCIA
Boliviana denuncia estupro de criança de 8 anos em fazenda no Pantanal
CIDADES
Na contramão do nacional, MS registra queda na mortalidade materna
POLÍTICA
Para eleitores, 2º turno a presidente será entre Bolsonaro e Alckmin
POLÍTICA
Aprovado projeto que proíbe pedófilos de concorrer em concurso estaduais