Menu
KAGIVA
quinta, 20 de setembro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca
Brasil - Justiça

Justiça nega habeas corpus a Marcos Valério e ex-sócios

7 Dez 2011 - 07h45Por Folha Online

O TJ (Tribunal de Justiça) da Bahia negou nesta terça-feira (6) pedido de liminar de habeas corpus do empresário Marcos Valério de Souza, preso na semana passada sob suspeita de participar de esquema de grilagem de terras no Estado.

Preso em Belo Horizonte durante operação da Polícia Civil baiana, ele é suspeito de usar escrituras falsas de imóveis como garantias de pagamento de dívidas cobradas na Justiça. Outras 15 pessoas foram presas.

Para o desembargador Jefferson Alves de Assis, da 2ª Vara Criminal, a prisão de Valério é necessária para proteger as provas --registros públicos fundiários.

A Justiça indeferiu ainda pedidos de outros quatro presos na operação.

Marcos Valério permanece detido em Salvador. O advogado dele, Marcelo Leonardo, disse que ainda aguarda julgamento do colegiado da 2ª Câmara Criminal. A decisão, porém, não deve ocorrer nesta semana.

Na sexta-feira, quando o empresário foi detido, a defesa afirmou que a prisão era irregular.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO
9º MATURISHOW será de 20 a 23 de setembro em Bonito
DOURADOS - DESUMANIDADE
Após acidente, pessoas ignoram vítima fatal e roubam carga de abacaxi em Dourados
BABADO DOS FAMOSOS
Anitta recebe ameaças ao seguir amiga nas redes sociais que vota em Jair Bolsonaro
BONITO - MS - FOTOS SESSÃO DA CÂMARA
Confira as fotos da sessão da Câmara desta terça-feira em Bonito (MS)
SEGUNDO O IBGE
Falhas no saneamento causam surtos de doenças em 26 cidades de MS
GOVERNO DO ESTADO DO MS
Governo de MS abrirá 10 concursos públicos para PM e Bombeiro
CIDADES
Fotógrafo que perdeu voo por atraso guarda registros há 44 anos da maior tragédia aérea de MS
TECNOLOGIA
Instagram lança botão para compras de usuários pelo stories da rede social
POLÍTICA
Com renúncias e mudanças, disputa eleitoral em MS envolve 509 candidatos
CIDADES
Polícia prende quadrilha que roubava caminhões e levava para o Paraguai