Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
quinta, 21 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
Internacional

Justiça belga reduz a 4 n° de mortos por atirador de Liège

O ataque foi realizado na movimentada praça de Saint Lambert, no centro de Liège

14 Dez 2011 - 09h50Por Reuters

Quatro pessoas morreram no massacre de terça-feira em Liege, cometido por um atirador que depois cometeu suicídio, anunciou nesta quarta-feira a justiça belga, revisando pra baixo o balanço inicial.

Entre as vítimas está uma mulher encontrada nesta quarta-feira na residência de Nordine Armani, autor do massacre, mas não uma idosa de 75 anos que havia sido incluída no balanço divulgado na terça-feira, mas que está hospitalizada em situação grave, anunciou o procurador federal da cidade, Daniele Reynders, em uma entrevista coletiva.

O corpo de uma mulher foi encontrado na residência de Amrani, o homem que na terça-feira matou quatro pessoas e feriu 125 ao abrir fogo e lançar granadas contra uma multidão no centro de Liege, sudeste da Bélgica. O corpo foi encontrado durante uma operação na casa de Amrani, 33 anos.

"Estava em um galpão de Amrani, que ele utilizava entre outras coisas para cultivar maconha", declarou o procurador de Liege, Cedric Visart de Bocarmé.

De acordo com Bocarmé, o corpo encontrado é o de uma mulher de 45 anos, empregada doméstica de uma vizinha de Amrani, que foi assassinada pouco antes de Amrani seguir para a praça Saint-Lambert e abrir fogo. Aparentemente, o atirador convidou a empregada para sua casa sob o pretexto de oferecer emprego e depois a agrediu e matou, segundo fontes policiais.

Nordine Amrani, que havia sido condenado várias vezes por diversos crimes, incluindo posse ilegal de armas, também matou dois adolescentes de 15 e 17 anos e um bebê de 17 meses.

Muitos feridos foram atingidos por estilhaços dos vidros destruídos pelas granadas lançadas por Amrani. Cinco feridos estão em condição grave, segundo o ministro do Interior, Joelle Milquet.

Nesta quarta-feira ao meio-dia, a cidade de Liege observará um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do massacre que chocou os belgas. O rei da Bélgica, Alberto II, e sua esposa Paola visitaram na terça-feira o local da tragédia, assim como o novo primeiro-ministro belga Elio Di Rupo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança