Menu
KAGIVA
sŠbado, 18 de agosto de 2018
ITAL√ćNEA DOURADOS
Busca

Juiz manda prender ex-jogador Edmundo por crime cometido em 1995

15 Jun 2011 - 11h01Por Jornal do Brasil

O juiz Carlos Eduardo Carvalho de Figueiredo, da Vara de Execuções Penais do Rio, rejeitou a alegação de prescrição e determinou a expedição de mandado de prisão contra o ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Edmundo, conhecido como “Animal”.

Ele foi condenado em março de 1999 a quatro anos e seis meses de detenção, em regime semi-aberto, pelas mortes de três pessoas e lesões corporais culposas em outras três vítimas do acidente ocorrido na Lagoa, Zona Sul do Rio, na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995.

Procurado pela reportagem, Edmundo não retornou as ligações. Já a assessoria de imprensa da Bandeirantes, emissora da qual o ex-jogador é comentarista, informou que não comenta a vida pessoal dos seus funcionários.

Essa não é a primeira vez em que um mandado de prisão é expedido contra Edmundo. Em 1999, quando foi condenado, o ídolo do Vasco chegou a passar uma noite na cadeia, mas foi liberado no dia seguinte. 

Deixe seu Coment√°rio

Leia Também

A√á√ēES DO GOVENO DO MS
Governador afirma que pavimentação asfáltica da MS-223 começa nos próximos dias em Costa Rica
INELEG√ćVEL
Procuradoria pede impugnação de candidatura do Zeca do PT
BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POL√ćTICA
Parecer do TRE-MS d√° aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo
BONITO - MS - A√á√ēES NO √ĀGUAS DO MIRANDA
BONITO (MS): Obras realiza servi√ßos de revitaliza√ß√£o no distrito √Āguas do Miranda
BONITO - MS
Almoço beneficente em prol do Instituto Visão de Vida acontecerá neste sábado em Bonito
CASO MAYARA
Acusado de matar a musicista Mayara Amaral diz que estava 'possuído'
ACIDENTE
Mulher é arremessada e morre em capotamento de veículo na BR-359
CIDADES
Mutir√£o vai analisar 11 mil processos de presos condenados em MS