Menu
BONITO CÂMARA JULHO 2019
segunda, 22 de julho de 2019
BANNER GOV
Busca
BONITO AGUAS DE BONITO

Juiz determina a quebra do sigilo bancário da Assembléia Legislativa de MS

26 Abr 2011 - 12h00Por Boni Miranda - Bonito Informa - Midiamax

Alegando ‘privilegiar o interesse público’, o juiz Amaury da Silva Kuklinski determinou a quebra do sigilo bancário da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul. A medida atende ação impetrada por José Magalhães Filho, e abrange o período fiscal de maio/2008 a dez/2010.

Ainda segundo o juiz, os dados devem ser revelados separadamente por ano, segundo ele ‘no intuito de reduzir a quantidade de informações para mais rápida apreciação’, e deve incluir todas as movimentações bancárias de qualquer natureza da Assembléia Legislativa, bem como de remessas para o exterior.

A decisão foi tomada último dia 20 de abril, e faz parte do processo 0008746-58.2011.8.12.0001 que tramita na Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande.

Nesta segunda-feira (25) o Procurador-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, Paulo Alberto de Oliveira, anunciou o pedido oficial da quebra do sigilo bancário da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul. O pedido abriu um processo à parte do impetrado por José Magalhães Filho, e ainda deve ser julgado.

Segundo o procurador, o pedido é necessário para assegurar a continuidade na investigação do suposto mensalão que foi detalhado pelo ex-deputado Ary Rigo (PSDB) no ano passado enquanto era gravado durante a Operação Uragano.

Rigo, sem saber que era filmado, revelou um esquema de corrupção que envolveria os três poderes em MS.

É a primeira vez na história do estado que esse tipo de pedido judicial é feito contra um dos poderes sul-mato-grossenses. Desde 21 de setembro do ano passado, a PGE pede e aguarda documentos do parlamento estadual, mas, segundo o procurador, em certo momento das investigações os deputados recorreram à Justiça para não entregarem documentos bancários.

Os pedidos que blindaram a ALMS foram acatados. Mas agora, o MPE afirma que irá até o STF (Supremo Tribunal Federal) para conseguir acesso aos dados que os deputados estaduais querem esconder.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADE
Com costelas e dedo quebrados, Henrique Fogaça pega pneumonia
FESTIVAL DE INVERNO NO ÁGUAS DO MIRANDA
Alunos do Águas do Miranda pintam telas em Workshop de Estêncil Graffiti para o Festival em Bonito
AMEAÇAS
Ameaça de ataque terrorista dobra segurança da ministra Tereza Cristina
BONITO - MS - PROGRAMAÇÃO DESTA TERÇA
Confira a programação da fase pré festival desta terça-feira em Bonito (MS)
CULTURA
71ª Reunião da SBPC homenageará formadores da identidade de MS com apresentações culturais
BONITO - MS
COMTUR aprova o VisitBonito como modelo de promoção turística do destino de ecoturismo
BONITO - MS - DADA A LARGADA
Festival de Inverno é lançado trazendo pré-programação e Cozinha Show em Bonito (MS)
BONITO - MS - MOSTRA GASTRONÔMICA
BONITO: Restaurante 'Encontro das Águas' participa da Mostra Gastronômica com prato Frango à Caipira
BONITO - MS - EJA COM VAGAS
Alô Bonito (MS), EJA tem vagas para adultos no Ensino Fundamental
DETRAN-MS
Julho é mês de pagar licenciamento de placas final 6