Menu
ITALÍNEA DOURADOS
domingo, 19 de agosto de 2018
KAGIVA
Busca

Jovem que dirigia Mercedes foi arremessado do carro

12 Set 2011 - 14h35Por G1

O jovem de 20 anos que morreu na madrugada desta segunda-feira (12) após bater em um veículo da Polícia Militar na Marginal Pinheiros, perto da Ponte do Morumbi, na Zona Sul de São Paulo, foi arremessado para fora do carro após a colisão. A polícia acredita que ele não usava cinto de segurança.

O jovem dirigia uma Mercedes e perdeu o controle do veículo. Ele e a namorada voltavam para casa quando aconteceu o acidente. O carro seguia no sentido Interlagos quando bateu em uma mureta que divide as pistas. Com o impacto, uma das peças de concreto voou longe. O veículo capotou várias vezes e só parou quando atingiu o carro da PM.

Motorista de Mercedes morre após bater em carro da PM em São Paulo
Dois policiais militares que estavam no local sofreram ferimentos leves e foram levados a um hospital. A namorada da vítima, que estava no banco do passageiro, também sofreu ferimentos leves. Ela prestou depoimento no 89º Distrito Policial, no Portal do Morumbi, onde 

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADES NO MS
Governo de MS tem quatro concursos com 2,3 mil cargos ainda em 2018
NOVA FRENTE FRIA - VEJA A PREVISÃO
Nova frente fria chega a Mato Grosso do Sul e mínima será de 6ºC
AÇÕES DO GOVENO DO MS
Governador afirma que pavimentação asfáltica da MS-223 começa nos próximos dias em Costa Rica
INELEGÍVEL
Procuradoria pede impugnação de candidatura do Zeca do PT
BONITO - MS - INAUGURAÇÃO
HOJE tem inauguração do Santo Rock Bar, caipirinha FREE para mulheres até meia-noite em Bonito (MS)
POLÍTICA
Parecer do TRE-MS dá aval para cassar vereadora Cida Amaral
MEIO AMBIENTE
Em fase final, projeto visa recuperar o Taquari com manejo correto do solo
BONITO - MS - AÇÕES NO ÁGUAS DO MIRANDA
BONITO (MS): Obras realiza serviços de revitalização no distrito Águas do Miranda
BONITO - MS
Almoço beneficente em prol do Instituto Visão de Vida acontecerá neste sábado em Bonito
CASO MAYARA
Acusado de matar a musicista Mayara Amaral diz que estava 'possuído'