Menu
ITALÍNEA DOURADOS
sbado, 19 de janeiro de 2019
KAGIVA
Busca
UNIPAR_PC

Jipe que investigará Marte tem laser para pulverizar rochas

25 Jul 2011 - 16h00Por Folha.com

O próximo jipe-robô da Nasa vai pousar em Marte disparando um raio laser e pulverizando rochas para explorar a cratera Gale, na região equatorial do planeta, que tem uma montanha no meio.

O plano completo da missão MSL (Mars Science Laboratory), anunciado na sexta-feira (22), em Washington, confirmou o lançamento da nave que levará o veículo ao espaço no fim de novembro.

Batizado de Curiosity (curiosidade), o novo jipe tem o dobro do tamanho de seus antecessores, Spirit e Opportunity, e vai carregar dez instrumentos científicos diferentes.

Com três metros de comprimento, o veículo tem como objetivo principal investigar a história geológica e atmosférica de Marte, para saber se o planeta já foi (ou ainda é) capaz de abrigar vida.

NADA DE ASTRONAUTA

A confirmação de que o projeto está saindo como planejado foi um alívio em um ano difícil para a Nasa.

Em meio ao clima de velório no programa de tripulação humana dos EUA -o último ônibus espacial a voar pousou na quinta-feira-, executivos da agência estão tendo de lidar com a ameaça de corte de verba do Telescópio Espacial James Webb, o sucessor do Hubble.

Sem planos em vista para enviar humanos a Marte nem a longo prazo, as estrelas vão continuar sendo os robôs.

O consolo é que o Curiosity, com custo de US$ 2,3 bilhões, vai reunir informação útil para planejar uma eventual missão tripulada.

"Cada jipe que enviamos a Marte nos ajuda a entender a história do planeta, de que ele é composto e quais recursos estão disponíveis", disse à Folha Michael Meyer, chefe do programa de exploração marciana da Nasa.

"Quando decidirmos enviar astronautas, poderemos escolher uma região onde haja gelo abaixo da superfície para fazer combustível ou oxigênio. Ou poderemos usar as informações para enviar humanos aos lugares mais interessantes do planeta", completou.

Dando entrevista no Museu do Ar e do Espaço em frente a uma réplica do Curiosity, porém, os líderes do projeto pouco falaram sobre a perspectiva de missão tripulada. O entusiasmo está todo voltado para o que o novo robô-cientista poderá descobrir em Marte.

EXPLORAÇÃO

A cratera Gale, com 5 km de profundidade, tem várias camadas geológicas expostas, como em um desfiladeiro, o que permitirá estudar a história de Marte. Cientistas acreditam que, no passado, o local estava cheio de água.

"Muitos instrumentos do jipe são capazes de detectar água", diz Dawn Summer, geóloga-chefe do projeto. Um deles, explica, é uma espécie de câmera química, chamada ChemCam.

"Ela dispara um laser que pulveriza parte de uma rocha e analisa a composição química a partir do brilho que o material alvejado emite. Se sair vapor, nós vamos ver a assinatura da água." 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOENÇA DO SÉCULO
Após escrever bilhete e trocar mensagens com a namorada, jovem comete suicídio em Rio Brilhante
CONTAS SUBIRAM ALÉM DA CONTA
Procon/MS notifica Energisa por altas abusivas na conta de energia
PREVISÃO DO TEMPO
Defesa Civil emitiu alerta sobre chuvas intensas para este sábado e domingo em todo MS
SITUAÇÃO CONTURBADA
Datena é acusado de assédio sexual por ex-repórter da Band
NA CAPITAL DO ESTADO
Homem de 60 anos atira na ex e se joga de cachoeira em Campo Grande
RAIOS E TEMPORAL
Tempo vira e raio atinge residência de vereador e causa prejuízos em cidade do MS
BONITO - MS - AÇÃO DA POLÍCIA MILITAR
Abordagem rende duas prisões, uma com mandato e outra de bebida alcoólica a menor em Bonito (MS)
BONITO - MS - MARIA DA PENHA
Mais uma ocorrência de violência doméstica é registrada e armas de fogo apreendida em Bonito (MS)
BONITO - MS - LUTO
Bonito (MS) perde a 'lenda viva' Felipe Barbeiro, familiares pedem orações
POLÍCIA
Carreta com 4,6 toneladas de maconha que saiu de MS é apreendida em SP