Menu
BONITO_PREFEITURA_FEVEREIRO_2019
quinta, 21 de fevereiro de 2019
mutantes
Busca
ITALÍNEA DOURADOS
MS - Política

Investimento público no Centro-Oeste aumentou 30% em 2011

12 Jan 2012 - 14h56Por Agencia Brasil

 As contratações com recursos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) somaram R$ 5,5 bilhões no ano passado, com aumento de 30% em relação aos R$ 4,2 bilhões financiados em 2010, e o Fundo começa 2012 com dotação orçamentária de R$ 5,1 bilhões - informou hoje (12) o vice-presidente de Varejo, Distribuição e Operações do Banco do Brasil, Dan Marinho Conrado.

O desempenho do fundo constitucional foi extraordinário, disse Marcelo Dourado, diretor da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco). Segundo ele, a economia da região está em um ritmo muito bom, e exige investimentos crescentes”. Tanto que a dotação orçamentária do FCO, no início de 2011, foi R$ 4,6 bilhões, e exigiu suplementações de R$ 900 milhões (19,56%) ao longo do ano, com mais ênfase no segundo semestre.

O diretor da Sudeco ressaltou que, a exemplo de 2010, os recursos do FCO chegaram a todos os 466 municípios da região, em decorrência, principalmente das ações articuladas entre o Banco do Brasil, a Sudeco e os conselhos de desenvolvimento regional dos estados e do Distrito Federal. No seu entender, a parceria tem dado resultados promissores e por isso acredita que as contratações cheguem facilmente a R$ 6 bilhões este ano, apesar da limitação orçamentária de R$ 5,1 bilhões.

Para Dourado, a capilaridade da rede de atendimento do Banco do Brasil é outro fator preponderante para o crescimento das contratações de financiamentos com recursos do FCO, uma vez que são quase dois mil pontos de atendimento na região, e isso facilita o acesso ao crédito por todos os segmentos da economia. Em especial pelo produtor rural de áreas mais distantes dos grandes centros. Além disso, o FCO tem promovido seminários itinerantes para divulgar as linhas de crédito e esclarecer dúvidas.

Criado em 1988 com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Centro-Oeste, o FCO financia atividades agropecuárias, da indústria, do comércio, de infraestrutura e de serviços. Este com ênfase no turismo que tem crescido bem na região e mostra potencial para se desenvolver muito mais, de acordo com Dourado.

O financiamento com recursos do FCO pode ser contratado em qualquer parte do país, desde que o investimento seja aplicado no Distrito Federal, em Goiás, em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e as condições são diferenciadas, de acordo com o porte do tomador e a atividade. A prioridade, no entanto, é para produtores rurais e pequenos empresários, que pagam juros mais baixos em financiamentos com prazo até 20 anos.

Os menores juros são para o miniprodutor rural que contratar financiamento até R$ 360 mil. A taxa normal nesses casos é 5%, mas se pagar os compromissos em dia terá direito a um bônus que reduz a taxa para 4,25%. Em uma contratação de igual valor, se o tomador não for ruralista os juros sobem para 6,75% (5,74% com bônus). Na faixa mais alta, acima de R$ 90 milhões, os juros para a atividade rural são 8,50% (7,23% com bônus) e para as demais atividades os juros são 10% (8,50% com bônus).

Deixe seu Comentário

Leia Também

GESTÃO PÚBLICA
Reinaldo Azambuja fala sobre desafios da nova gestão em entrevista à GloboNews
BONITO - MS - CONGRESSOS DE NETWORKING
Bonito (MS) receberá pelo menos 10 mil visitantes na baixa temporada em busca de networking em 2019
AGORA DEU MEDO
PMA captura cascavel de 1,3 metros em residência na Capital
GERAL
Em MS, 38 radares voltam a operar na BR-163 a partir da próxima semana
TEMPO E TEMPERATURA
Alerta: 24 cidades de MS estão com aviso de tempestade de perigo potencial
BONITO - MS - POLÍCIA
Vítima de 'estupro virtual' volta para casa e retoma rotina na escola em Bonito (MS)
GERAL
Sistema do Detran-MS continua fora do ar nesta quarta-feira
GERAL
Gabaritos do Enade 2018 já estão disponíveis no site do Inep
COTA ZERO
Deputados pedem que caça do jacaré seja liberada
POLÍCIA
Homem é preso, suspeito de exploração sexual de criança