Menu
KAGIVA
sexta, 19 de outubro de 2018
ITALÍNEA DOURADOS
Busca

Inmetro identifica falhas no serviço de banda larga

27 Jun 2011 - 09h43Por Campo Grande News - Ana Paula Carvalho

O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) em parceria com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e o GGI.br (Comitê Gestor da Internet) analisaram a qualidade dos serviços de banda larga. Foram identificadas irregularidades com a entrega dos serviços contratados e com as clausulas contratuais.

Entre as irregularidades estão, queda na conexão, velocidade abaixo do que foi contratada, disponibilidade do serviço e problemas nas clausulas contratuais.

Foram avaliadas serviços oferecidos pela Net, Oi e GVT.

Para realizar a análise, o Inmetro instalou, por dois meses, na casa de consumidores voluntários um aparelho desenvolvido pelo CGI.br que avaliava a conexão.

No quesito velocidade todos os fornecedores foram aprovados. O critério estabelecia uma variação média de 60%. As empresas também tiveram desempenho satisfatório nos quesitos latência (que corresponde ao tempo de resposta da conexão a um comando do usuário) e aviso de endereços inexistentes sem redirecionamento para propaganda.

Já na questão disponibilidade do serviço, ou seja, o período em que o consumidor efetivamente consegue acessar a internet, as operadoras GVT e Net apresentaram falhas.

O tempo de tolerância para que os provedores fiquem fora do ar é de sete horas no mês, essas operadoras prestaram menos que 99% do serviço contratado e pago pelo consumidor. Segundo o Inmetro, quem tiver esse problema, pode solicitar à prestadora do serviço o abatimento do valor proporcional na conta.

As empresas também apresentaram problemas no quesito perda de dados durante a conexão, o que gera lentidão, interrupção de downloads e uploads, imagens congeladas e ruídos de comunicação durante videoconferências.

Mato Grosso do Sul- A professora de educação física, Elis Regina Soares, 28 anos, sabe bem o que é ter “dor de cabeça” com banda larga. Há aproximadamente duas semanas, ela cancelou o serviço com a OI, por conta de problemas com os serviços contratados. “A internet caia sempre. Fiquei um tempo sem poder usar porque eles falavam que estava tudo ok, mas a gente não conseguia conectar”, diz.

A fatura foi outro fator que fez com que a professora decidisse abrir mão do serviço. Quando ela contratou a banda larga, há aproximadamente um ano, pagava R$59,00. Ela passou a pagar R$160,00. Quanto ao contrato, ela não recebeu. “Só me passaram o valor, mas não me entregaram nenhum contrato.

Elis ligou para a operadora e conseguiu cancelar a linha telefônica, mas o cancelamento do provedor da internet não aconteceu, “porque eles disseram que primeiro ela precisa pagar a conta que ainda vai chegar”. Ou seja, ela vai pagar o serviço sem utilizar.

“Assim que a conta chegar, eu vou pagar para tentar cancelar o provedor. Se eu tiver algum problema, vou procurar o Proncon”, relata.

Já a professora de inglês, Stela Andrade Cunha, 22 anos, não “pode reclamar do serviço que paga”. Há aproximadamente seis meses, ela contratou um Net Combo (telefone + internet + telefone) e, desde então, não teve nenhum problema com a banda larga.

Por mês, ela paga R$ 130,00 pelo serviço prestado pela operadora, que segundo ela, é cumprido. “A internet é rápida e eu recebo o sinal de um mega. Com a Oi eu recebia um sinal menor do que eu pagava”, afirma.

Quanto à disponibilidade do serviço, Stela afirma que o sinal nunca fica fora do ar. Ao contrário de Elis, ela recebeu o contrato da prestadora de serviço, e sabe bem em que esta gastando o dinheiro. “Eles deixaram a proposta, eu analisei por um tempo e resolvi aderir”, relata. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBOPE NO MS - PESQUISA
IBOPE em Mato Grosso do Sul, votos válidos: Azambuja, 53%; Odilon, 47%
BONITO - MS - AÇÕES MEIO AMBIENTE
SEMA distribui frutas produzidas no Viveiro de Mudas Nativas de Bonito (MS)
BONITO - MS - REFORMA
Prefeitura reforma instalações do Programa Bolsa Família que atende 650 beneficiários em Bonito (MS)
ELEIÇÕES 2018 - FÁBRICA DE FAKE NEWS
Polícia e Justiça 'explodem' fábrica de fake news de coordenador de Odilon
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS DO MS
Empresário e filho de 1 ano que morreram em acidente, retornavam de Bonito (MS)
BONITO - MS - ESPORTE -
Bonito (MS) recebe estadual de beach tennis neste fim de semana
TIRO ACIDENTAL
Pai foge após matar filho de 10 anos com tiro acidental no ouvido em cidade do MS
BONITO - JARDIM - BODOQUENA E BELA VISTA
BONITO e mais 3 cidades recebem auxilio da Agesul na recuperação de estradas devido as chuvas
PESQUISA NO MS
Em nova pesquisa, Reinaldo tem 54.21% e Juiz Odilon 45.79%, VEJA NÚMEROS
DATAFOLHA - PRESIDENTE
Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%